Orçamento Familiar

Preços em 2022: prepare-se para aumentos generalizados

O aumento do preço da energia e a subida da inflação vai trazer uma subida generalizada dos preços em 2022. Prepare-se.

Orçamento Familiar

Preços em 2022: prepare-se para aumentos generalizados

O aumento do preço da energia e a subida da inflação vai trazer uma subida generalizada dos preços em 2022. Prepare-se.

O ano é novo, já a pergunta, nem por isso: os preços em 2022 vão subir? A inflação e a escalada dos preços da energia (e dos combustíveis) vão fazer com que haja um aumento generalizado dos preços em 2022. No entanto, há que ter em conta que como não há Orçamento do Estado, ainda paira alguma indefinição sobre algumas medidas que têm impacto na nossa carteira, nomeadamente o fim das taxas moderadoras na saúde. Certezas só mesmo depois das eleições legislativas, a 30 de janeiro.

Leia também: Salário líquido: Saiba quanto vai ganhar em 2022

Bens alimentares com aumento generalizado de preços

Os bens alimentares são as primeiras vítimas do aumento dos custos energéticos e da inflação. E se há produtos, como o pão, cuja subida é de cêntimos, no caso da carne de bovino e aves o preço pode disparar mais 20%.  O leite e o azeite, que já tiveram subidas em 2021, poderão voltar a subir de preço.

Renda da casa sobe 0,43%

Se tem casa alugada, saiba que as rendas vão aumentar em 2022, por causa da inflação. A subida é de 0,43%, o que significa um aumento de 2,15 euros para quem paga uma renda de 500 euros, por exemplo. No caso de uma renda de 700 euros, a subida é de três euros mensais.

Energia vai custar mais

A escalada dos preços no setor da energia vai voltar a chegar ao bolso dos consumidores já em janeiro. Seja no gás ou na eletricidade, em mercado livre, as principais operadoras vão aumentar os preços (no caso da EDP, é uma subida média de 2,4% na eletricidade, já a Galp vai subir o preço na fatura do gás em cerca de dois euros). No mercado regulado os preços da eletricidade vão subir 0,2%. 

Também o gás engarrafado vai custar mais: atualmente a fatura já supera os 29 euros (botija de 13 kgs).

Telecomunicações mais caras com 5G

Para já, apenas a MEO e a NOWO anunciaram a estratégia para janeiro de 2022: no caso da primeira, vai subir os preços em 50 cêntimos, já a segunda optou por manter os tarifários inalterados. No entanto, quem quiser ter acesso ao 5G (quando estiver disponível e após o período experimental, terá de pagar mais. Contacte a sua operadora para esclarecer todas as dúvidas.

Leia ainda: O que vai acontecer ao preço das telecomunicações em 2022?

Transportes públicos podem subir preços

Autoridade da Mobilidade e dos Transportes determinou que as empresas de transportes podem subir os preços em até 0,57%, mas as autoridades Metropolitanas de Transportes de Lisboa e Porto já anunciaram que o preço dos passes se mantém inalterado. 

Ainda assim, em Lisboa pode contar com uma subida de 0,57% no preço do bilhete simples e também nos casos em que apenas é utilizado um meio de transporte.

O Metro de Lisboa vai subir alguns preços, nomeadamente os das assinaturas de estacionamento (subida na ordem dos 40 cêntimos) e também o preço do bilhete de 24 horas (aumentos de 5 ou 10 cêntimos).

IMI mais caro para casas novas ou reabilitadas

O Governo atualizou um dos coeficientes que serve de base ao cálculo do Imposto Municipal Sobre Imóveis, para repercutir a escalada dos preços no setor da construção. Assim, o valor médio de construção em 2022 passa de 492 euros para 512 euros por metro quadrado. Por isso, quem comprar casa reabilitada ou de nova construção, deverá pagar cerca de 4% mais.

Portagens: preços sobem 1,8%

É o valor do índice de preços ao consumidor publicado pelo Instituto Nacional de Estatística em outubro, que serve de referência ao preço das portagens, e é nessa medida que chega mais um aumento de preço: as portagens vão ficar 1,8% mais caras em 2022, quer as das auto estradas, quer as das pontes sobre o Tejo. 

Leia ainda: 6 sugestões para melhorar a sua qualidade de vida em 2022

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #inflação,
  • #preços 2022,
  • #subida de preços
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Um comentário em “Preços em 2022: prepare-se para aumentos generalizados
Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.