Finanças pessoais

Viajar de carro pela Europa: 9 dicas para poupar numa “road trip”

Está a pensar viajar de carro pela Europa nas suas próximas férias? Saiba como planear e poupar numa "road trip".

Finanças pessoais

Viajar de carro pela Europa: 9 dicas para poupar numa “road trip”

Está a pensar viajar de carro pela Europa nas suas próximas férias? Saiba como planear e poupar numa "road trip".

Hoje em dia, muitas pessoas optam por viajar de carro pela Europa nas suas férias. Afinal, se viajar de carro, tem a possibilidade de visitar mais países e cidades, e não está tão limitado aos pontos turísticos mais comuns. No entanto, pode haver surpresas nos custos de uma road trip.

E isto porque o mais provável é que o planeamento da viagem não tenha sido feito com antecedência ou que não tenha existido uma análise minuciosa a todos os custos envolvidos.

Assim, desde logo, sugerimos que não tenha "mais olhos do que barriga". Ou seja, as suas escolhas devem ser feitas de acordo com o orçamento disponível para as suas férias. Embora seja compreensível que queira visitar o máximo de locais possíveis, lembre-se que provavelmente o seu tempo é limitado e o seu orçamento também.

Dito isto, deve fazer várias simulações de percursos até encontrar a melhor solução para as suas férias. Para ficar com uma ideia mais clara de como pode poupar, de seguida, apresentamos-lhe algumas dicas que podem ajudar.

9 dicas para viajar de carro pela Europa e poupar

1 - Antes de viajar de carro pela Europa defina o orçamento

Não vale a pena falarmos em dicas de poupança para viajar de carro pela Europa, sem realçar a importância de ter um orçamento que deve cumprir à risca.

Mas, como se faz um orçamento para uma viagem de carro pela Europa? A resposta é com muita pesquisa e com diversas simulações.

Na verdade, uma viagem de carro pela Europa pode ter custos completamente distintos consoante as suas escolhas. Tudo vai depender dos quilómetros percorridos, do custo do combustível, das portagens, dos locais que escolhe para a sua estadia, onde faz as suas refeições, e até dos programas de lazer escolhidos.

Por exemplo, se usar o tradicional guia da Michelin, vai perceber que consoante o trajeto que escolher os custos de, por exemplo de Lisboa a Barcelona são bem diferentes.

Se o percurso escolhido for de Lisboa, a Badajoz, passando por Madrid e depois seguir em direção a Saragoça e por fim Barcelona, é estimado um custo de 141,73 euros, só em combustível e portagens.

Mas se o percurso escolhido for de Lisboa, Salamanca, passando por Burgos e depois indo em direção a Saragoça e por fim Barcelona, é estimado um custo de 180,32 euros, só em combustível e portagens.

Se pretender fazer este percurso em dois dias, então vai precisar de um local para passar a noite, e fazer algumas refeições. Então, também deve simular estas despesas. Pode fazê-lo no site da Michelin ou em outros sites de hotéis e alojamentos.

Caso queira continuar a sua viagem, deve repetir estes procedimentos e fazer um levantamento de todas as despesas. No final, é provável que tenha feito diversas simulações, e tenha várias opções em cima da mesa. Guarde todas estas informações, e crie um orçamento para cada itinerário que criar.

2 - Escolha o trajeto final e respetivas paragens

Depois de analisar os custos com cada itinerário é hora de escolher o trajeto final da sua viagem. Nesta fase, deve definir de acordo com o trajeto quantas paragens vai fazer, quantos dias ficará em cada país e qual é a duração total da sua viagem.

Dado que vai viajar de carro, não se esqueça que as estradas que escolher também são um ponto importante nesta equação. Existem trajetos em que há vantagens em percorrer diversos quilómetros por estradas nacionais. No entanto, há trajetos em que as autoestradas são a melhor opção. Esteja atento, pois este ponto pode alterar o valor total da sua viagem.

Ao tomar uma decisão final sobre todos estes pontos, já é possível focar-se nos pormenores das suas férias, como por exemplo:

  • O dia de partida e de chegada;
  • Os diferentes tipos de alojamento que pode escolher (hotéis; alojamento local; pousadas; campismo, etc.);
  • Locais onde vai proceder ao abastecimento de combustível (as cidades onde o combustível é mais barato)
  • Como será feita a alimentação (restaurantes, comprar comida para cozinhar, lanches, etc.)
  • O que vai visitar e os custos com os momentos de lazer.
  • Onde vai deixar o carro (em parques privados, parque estacionamento do alojamento, parqueamento pago na rua, etc.)

Todas estas escolhas devem ser feitas de acordo com seu orçamento. Lembre-se que há dias que pode gastar mais, mas noutros terá de reduzir os custos. O importante é analisar as várias opções, identificar preços, e planear as suas férias ao pormenor. Desta forma, não será surpreendido com derrapagens no orçamento.

3 - Fora da época alta pode poupar um valor significativo

Viajar em época alta sai sempre mais caro. Na Europa, os meses de junho, julho e agosto são sempre mais atrativos, devido às condições climatéricas, e também porque abrangem as férias escolares. Caso tenha filhos, o mais provável é que não consiga alterar as suas férias para outra altura do ano.

Se tiver a possibilidade de viajar pela Europa fora da época alta, é bem provável que consiga poupar um valor significativo. Por exemplo, em muitos países da União Europeia, os valores do alojamento baixam consideravelmente nas épocas médias. Além disso, alguns locais de atração turística também têm preços mais reduzidos na primavera e no outono.

Se o objetivo for viajar de carro pela Europa e poupar o máximo possível, esta é uma opção que deve ponderar com antecedência.

4 - Para poupar na viagem de carro pela Europa reserve com a máxima antecedência

Nunca é demais relembrar que quanto mais cedo reservar os locais onde vai ficar, mais probabilidades tem de conseguir preços acessíveis. Além disso, se começar a tratar das suas estadias com antecedência pode encontrar campanhas promocionais atrativas.

Por fim, em alguns países é essencial fazer reservas com a máxima antecedência, dada a elevada procura. Lembre-se que alguns sites oferecem descontos para as reservas online, e conforme o tipo de pagamento.

Atenção, deve consultar as condições antes de fazer uma reserva. Caso precise de cancelar a sua reserva é fundamental estar a par das políticas de reembolso para não perder o seu dinheiro.

Casal em viagem de carro

5 - Antes de viajar leve o veículo à oficina

Se vai viajar de carro pela Europa deve saber que o seu carro vai fazer muitos quilómetros e pode ter alguns percalços ao longo do caminho. Embora seja impossível prever os contratempos, deve certificar-se que o veículo está nas melhores condições para este tipo de aventura.

Por isso, nunca parta em viagem sem levar o seu carro a uma oficina da sua confiança. Normalmente, antes de grandes viagens é aconselhável fazer a manutenção do seu veículo. Esta é uma forma de prevenir algumas avarias e garantir que o seu veículo está em bom estado para viajar.

Caso o seu mecânico alerte para algum problema no carro, o melhor é fazer este investimento antes de viajar. Se tiver uma avaria no estrangeiro, a fatura a pagar pode ser mais elevada. Além disso, o problema pode ser mais complexo de resolver.

Se o seu mecânico garantir que o veículo está em boas condições, contacte posteriormente a sua seguradora. Reveja as condições da sua apólice para perceber se o seu seguro é válido em todos os países que vai visitar.

Embora o seguro automóvel (obrigatório) seja válido na maioria dos países europeus, pode haver exceções. Neste ponto, é fundamental que esclareça todas as suas dúvidas antes de partir em viagem.

6 - Cuidado com o excesso de bagagem

Se for a sua primeira road trip é normal pode sentir-se tentado a levar "muita carga" (roupas, acessórios, entre outros itens). No entanto, o mais provável é que leve excesso de bagagem, a qual vai acabar por não usar. Além disso, quanto mais bagagem levar, mais combustível vai gastar.

Por isso, avalie o que é realmente essencial. Em termos de roupa, faça escolhas de acordo com a meteorologia e opte por peças que possa combinar em várias ocasiões.

Já em relação ao veículo, existem realmente objetos imprescindíveis. Por exemplo, faça-se acompanhar de:

  • Kit de primeiros socorros;
  • Lanterna;
  • Pneu sobressalente, triângulo e colete;
  • Kit de ferramentas de emergência (chaves, cabos para carregar a bateria, etc.)
  • Chaves extras do carro;
  • Suporte para o telemóvel ou kit de mãos livres;
  • Cortinas UV;
  • Sacos do lixo, mantas e almofadas de viagem, papel higiénico e toalhitas.

Para facilitar as refeições, é importante ter uma lancheira térmica e organizadores onde pode preservar lanches e refeições rápidas. Esta é uma forma simples de poupar algum dinheiro e manter uma alimentação saudável enquanto está em viagem. Tenha sempre mais do que uma garrafa de água reutilizável no carro (sempre que possível abasteça-a).

Por fim, não se esqueça de organizar os seus documentos, pois poderá ter de recorrer aos mesmos várias vezes. É fundamental levar os seus documentos de identificação, carta de condução, seguro automóvel e o manual do automóvel.

7 - Trate do seu Cartão Europeu de Seguro de doença

Dado que vai viajar pela Europa, saiba que caso precise recorrer a assistência médica ou à prestação de cuidados de saúde urgentes, pode fazê-lo no sector público e poupar bastante dinheiro. No entanto, para ter acesso ao setor público, precisa de ter o Cartão Europeu de Seguro de doença.

Este cartão é individual, gratuito e válido por três anos. Em muitos países também é designado como Cartão Europeu de Saúde. Pode usá-lo nos 28 estados membros da União Europeia e em países como a Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein.

Contudo, importa esclarecer que este cartão não garante que os serviços de saúde sejam gratuitos. Na verdade poderá ter que pagar taxas moderadoras e outros serviços. No entanto, tem a possibilidade de ser reembolsado quando regressar a Portugal de alguns tratamentos e serviços.

Aconselhamos que se informe sobre o Cartão Europeu de Seguro de Doença antes de solicitar o mesmo junto da Segurança Social.

8 - Prepare-se para as diferentes formas de pagamento

Quando opta por fazer as suas férias no estrangeiro, é normal que os métodos de pagamento sejam uma preocupação. Regra geral, na Europa, não terá dificuldades em proceder à maioria dos pagamentos e serviços se tiver em sua posse um cartão de débito ou um cartão de crédito. Além disso, na União Europeia também não é normal ter custos adicionais ao usar este tipo de cartões.

No entanto, deve prevenir-se para as mais variadas situações. Por exemplo, em primeiro lugar questione o seu banco se é necessário ativar o seu cartão no estrangeiro. Se possível leve consigo dois cartões (débito e crédito) de redes diferentes, como é o caso do Visa e Mastercard.

Também é aconselhável ter algum dinheiro consigo, contudo não exagere no valor por motivos de segurança e gestão.

Lembre-se que deve ter sempre a sua carteira e cartões "debaixo de olho" e cuidado com a anotação dos códigos de acesso. Ao longo das suas férias verifique, regularmente, os movimentos da sua conta bancária. Caso exista algum movimento estranho, contacte o seu banco e peça esclarecimentos.

Ler mais: Cartões pré-pagos em viagens para o estrangeiros: como usar?

9 - Outros cuidados a ter ao viajar de carro pela Europa

Por fim, deixamos aqui outros conselhos que deve ter atenção antes de viajar de carro pela Europa, como por exemplo:

  • Informe-se sobre o Código da Estrada dos países que vai visitar;
  • Pondere se vale a pena comprar um cartão SIM para comunicações no Estrangeiro;
  • Descarregue com antecedência os mapas para o seu GPS;
  • Informe-se sobre a segurança em algumas zonas locais e não leve objetos de valor, caso tenha dúvidas sobre a segurança.

Se planear com calma todos os detalhes, dificilmente vai gastar mais do que pretendia e pode aproveitar as suas férias na Europa com tranquilidade.

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.