O mês de março é um dos meses mais conhecidos para começar a agendar e a reservar as férias. Saiba como preparar um plano para poder poupar e não contrair créditos. 

Março não é só o mês em que se começa a primavera. É também o mês que muitos portugueses preparam as suas férias de verão. Entre escolher dias e destinos, há que fazer contas ao orçamento familiar para perceber quanto se poderá gastar em tempo de descanso. Nas viagens e nos alojamentos, se começarmos a acrescentar a alimentação e atividades diferentes, a conta pode ser elevada. 

É por isso que muitas famílias recorrem a créditos pessoais para fazer as suas férias. Podem assim agendar as mesmas, desfrutar dos dias de descanso e pagar em «suaves» mensalidades durante os meses seguintes. 

A Dica do Doutor sugere que em vez de contrair um crédito faça uma poupança mensal já este mês para poder ir de férias sem dívida. 

Sabemos bem que poupar é o principal elemento das finanças pessoais. Se reduzir as suas despesas e poupar todos os meses, poderá cumprir os seus encargos financeiros e utilizar a poupança para um fundo de emergência, atividades de lazer e também claro para as férias. 

Para poder poupar para determinado fim, há o desafio do tempo. Quando as famílias percebem que não têm rendimento disponível para as férias, começam a poupar nas últimas semanas antes da viagem, o que pode ajudar a cortes de alguns hábitos de forma repentina, não poupando o suficiente ou o que gostariam. 

Começando a poupar já no mês de Março, consegue ter uma folga temporal e orçamental para planear as suas férias, comparar preços e escolher propostas mais vantajosas.  

Para poupar nestas férias de verão, reveja o seu orçamento familiar. 

Antes de ir de férias, deverá perceber os eventuais custos que possa ter. Depois deverá definir um valor que terá de poupar todos os meses. Se for de férias em Agosto, por exemplo, terá pelo menos 4 meses para poupar algum dinheiro e poder pagar as suas férias a 100% sem dívidas. 

Pode ainda utilizar a poupança com o cartão de crédito. Se o utilizar, sugerimos que pague a 100% por forma a não ter de pagar juros e pode ainda ter um seguro de viagem incluído, que lhe cobre algumas despesas internacionais, consoante a sua apólice. 

Para ir de férias e poupar dinheiro, siga este passos: 

  • Verifique o seu orçamento mensal e faça o orçamento para as férias
  • Retire um valor mensal para uma poupança para as férias
  • Utilize o cartão de crédito para pagar viagens e alojamento com modalidade a 100%; 
  • Não pague mais pelo seguro de viagem, pois muitos cartões de crédito oferecem o seguro de viagem;  
  • Guarde parte do subsídio de alimentação em cartão para utilizar o valor em refeições fora de casa; 
  • Utilize websites de comparação de preços para viagens e alojamento; 
  • Peça sugestões a amigos de programas mais baratos ou troque de casa de férias com alguém mais próximo, poderá ajudar nas despesas 

Ler mais: 5 dicas para planear umas férias low-cost

Para poupar no orçamento familiar e poder ter algum dinheiro extra para as férias, deverá rever as suas despesas. No Doutor Finanças, podemos ajudá-lo a reduzir a prestação do crédito habitação, consolidar créditos para ter um encargo mensal menor ou rever os seus seguros para uma proposta mais vantajosa.  

Poupe nestas férias planeando as mesmas! A melhor forma de poupar é o planeamento. Comece a poupar para ir de férias de forma despreocupada.