Numa altura em que se ouve falar na restruturação da dívida do Estado, muitas pessoas não sabem que também é possível reestruturar as dívidas dos particulares. Se está endividado e se tem dificuldade em pagar as suas prestações mensais, pode agora fazer a restruturação dos seus créditos recorrendo a serviços como o do Doutor Finanças.

Com este serviço revolucionário, poderá beneficiar de uma redução de até 60% nas prestações dos seus créditos, conseguindo assim alguma folga financeira todos os meses.

Em que consiste a Renegociação de créditos?

Na renegociação de créditos, o Doutor Finanças contacta todas as instituições a quem deve dinheiro, tentando renegociar as suas dívidas uma a uma, de forma a reduzir aquilo que paga todos os meses a cada uma delas.

O sucesso depende dos casos, mas o Doutor Finanças consegue renegociar cerca de 50% dos casos com prestações acima dos 500€ mensais. Só em 2015, o Doutor Finanças ajudou mais de 500 famílias portuguesas a poupar mais de 2 milhões de euros em prestações com créditos.

A família Costa, por exemplo, conseguiu uma folga de mais de 900€ com o serviço de renegociação do Doutor Finanças.

Como funciona?

O funcionamento do serviço de Renegociação do Doutor Finanças baseia-se em três passos:

1º passo: o check-up financeiro

Como em qualquer consulta, o primeiro passo é o diagnóstico, onde é feita uma análise das suas dívidas e da sua capacidade financeira. De forma a acelerar o processo de diagnóstico, deverá enviar ao Doutor Finanças o seu mapa de responsabilidades de crédito (que pode ser descarregado do Banco de Portugal) e o seu último IRS (que pode ser descarregado do Portal das Finanças). Estes dois documentos são suficientes para que o Doutor Finanças conheça o perfil das suas dívidas face aos seus rendimentos.

2º passo: análise e prescrição do plano de intervenção

É aqui que o Doutor Finanças começa a pôr as mãos à obra para renegociar as suas dívidas através da elaboração do “plano de ataque” que antecederá o contacto e negociação direta com os bancos.

3º passo: a negociação com os bancos

A negociação com diversas instituições financeiras é uma tarefa que envolve tempo, burocracia e frustração. Isto porque os bancos não se limitam a dizer que sim a qualquer cliente que pede uma redução de custos. É aqui que o Doutor Finanças faz a diferença, possuindo uma equipa especializada e ferramentas que facilitam a negociação com as principais entidades em Portugal.

O serviço tem custos?

Tanto a consulta como a renegociação são completamente isentas de custos. Caso haja sucesso na redução das prestações, será cobrado, no final, um custo proporcional à poupança conseguida. Ou seja, se não for possível baixar as prestações, não paga nada.

O que preciso fazer para restruturar os meus créditos?

É fácil: basta deixar o seu contacto no formulário do serviço de Renegociação. A equipa do Doutor Finanças irá entrar em contacto consigo, solicitando o Mapa do Banco de Portugal e a sua Declaração de IRS que irá analisar de forma a poder prever quanto é que conseguirá reduzir nas suas prestações mensais.