Utilidades

7 lições financeiras do Jogo Monopólio

Neste artigo o Doutor Finanças mostra-lhe as 7 lições financeiras que o Jogo Monopólio ensina, e nem sempre aplicamos na vida real.

Natacha Figueiredo Natacha Figueiredo , 15 Julho 2019

Neste artigo o Doutor Finanças mostra-lhe as 7 lições financeiras que o Jogo Monopólio ensina, e nem sempre aplicamos na vida real.

A maioria dos portugueses, mesmo que nunca tenha jogado, conhece o famoso jogo de tabuleiro “Monopólio”. Há mais de 80 anos que pelo mundo fora, crianças e adultos passam serões a desfrutar deste jogo competitivo.

Mas será que na vida real aplicamos as estratégias certas que este jogo nos ensinou para sairmos vencedores?

Antes de lançar os dados tenha uma estratégia

Assim que rolam pela primeira vez os dados no Monopólio dá-se início a uma competição de todos os jogadores pela compra de propriedades. Na maioria dos casos os jogadores começam a comprar compulsivamente todas as propriedades em que calham. Por norma este tipo de decisão terá fortes consequências no decorrer da partida, acabando por levar a uma crise financeira.

Na vida real, quando conseguimos juntar algum dinheiro, não devemos investir sem uma estratégia bem definida. Todo o investimento deve ser pensado a curto, médio e longo prazo, caso contrário o mais provável é não conseguirmos obter os rendimentos pretendidos ou até ficar sem o nosso investimento. Seja qual for o investimento financeiro avalie bem e tenha uma estratégia desde o início.

Se não investir, não será o vencedor

Quando jogamos Monopólio por norma existe sempre um jogador que demonstra muito medo em comprar propriedades ou adicionar valor às mesmas. Ao não comprar propriedades, não investir nas mesmas, e não tentar criar um monopólio, acabará por ficar à mercê das rendas dos seus adversários e de despesas inesperadas que vão surgindo. O resultado final é previsível, vai acabar por não ter dinheiro para pagar as suas dívidas, acabando por ir à falência.

Este tipo de jogador existe em grande escala na vida real, mas não corre os mesmos riscos que no jogo de tabuleiro. A grande lição a retirar é que sem investimentos e algum risco nunca vamos conseguir aumentar os nossos rendimentos. Se não tivermos os conhecimentos necessários para fazer um investimento, podemos sempre procurar aconselhamento especializado na área das finanças. Esta é uma forma de ter um profissional a aconselhar-nos, e a mostrar-nos as opções que existem no mercado.

O Rossio e a Rua Augusta não chegam para ganhar o jogo

No Monopólio todos querem ficar com as propriedades mais caras, que têm rendas extremamente elevadas para quem ali calhar. No entanto não vai conseguir ser o grande vencedor só com essas propriedades. No monopólio o ideal é ter várias fontes de rendimento, principalmente próximas umas das outras. Assim durante o jogo estará sempre a receber dinheiro cada vez que alguém cair numa das suas propriedades.

Na vida real é sempre preferível ter várias fontes de rendimento, do que colocar todas as suas poupanças num só investimento. Distribuir o montante que temos entre investimentos mais seguros e outros mais arriscados pode ser a melhor solução. Informe-se sempre dos vários tipos de investimento que existem, das suas vantagens e desvantagens.

Previna-se para que as cartas de azar não o levem à falência

Para além das rendas que temos que pagar aos nossos adversários no jogo, existem também as cartas azuis (com o ponto de interrogação) e as castanhas (caixa comunitária) que podem trazer bons prémios ou pagamentos inesperados. Se tivermos azar e o nosso dinheiro estiver todo investido em propriedades teremos um problema em mãos para resolver, tendo que hipotecar propriedades ou até vender alguns bens.

Esta é uma lição que se aplica totalmente à nossa vida. As despesas inesperadas, como multas, alguns impostos, problemas no carro e até doenças, por norma não fazem parte do nosso orçamento mensal. Quando surgem, se não tivermos algum dinheiro de parte, podem ser um problema grave que somos obrigados a resolver rapidamente. Sempre que possível coloque pequenas quantias de parte e faça uma poupança.

Companhias de água e luz valem o investimento?

Para além das ruas que pode comprar no monopólio existem outros negócios que pode adquirir. A maioria dos jogadores deixa este tipo de investimento ficar para o meio ou final do jogo, pois o retorno financeiro não é tão alto como as outras propriedades.

Com o nosso dinheiro a política de investimento deve ser a mesma, ou seja, avaliar sempre o retorno financeiro antes de investir. Analisar bem quais devem ser as nossas prioridades, a nossa estratégia financeira, e não distribuir o nosso dinheiro por todas as possibilidades que vão surgindo.

Cuidado com as propriedades que só são rentáveis no início do jogo

Quem já jogou monopólio lembra-se certamente daquelas propriedades mais baratas que compramos no início do jogo. Ao princípio dão algum dinheiro, mas depois de estarem com o máximo de investimento (casas e hotel) acabam por não ser tão rentáveis como as restantes no tabuleiro.

Este tipo de jogada pode ser comparado aos investimentos que têm benefícios imediatos, mas a longo prazo não são bons investimentos. Existem muitos negócios e investimentos que são aliciantes se não conhecermos todos os pormenores. Por isso é que é fundamental estar bem informado/aconselhado antes de começar a investir.

Se tiver pouco dinheiro, comprar o Rossio pode ser o primeiro passo para a falência

Durante o jogo, todos os jogadores têm a ambição de comprar as propriedades mais caras. Por vezes estas casas ficam sem dono durante algum tempo, e quando surge a oportunidade para adquiri-las já temos pouco dinheiro. Ao comprar por exemplo o Rossio quando já não tem quase dinheiro é uma jogada de risco elevado. Se ficar sem dinheiro e calhar na propriedade de um adversário que já tenha casas como investimento poderá ser o início da sua crise financeira.

Tal como no jogo, na vida real devemos apenas fazer investimentos de acordo com a nossa carteira. Se fizermos um investimento elevado e ficarmos quase a zeros, não teremos dinheiro para mais nada, o que poderá resultar em algumas dívidas se aparecer uma despesa inesperada.

Após estas lições nunca se esqueça que uma má estratégia de investimento pode levá-lo à falência mais rápido do que pensa. No final é necessário paciência, estratégia e conhecimento para sair vencedor, tanto neste jogo como na sua vida.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #jogos,
  • #lições financeiras

Deixar uma resposta