Utilidades

O que é o Sistema Keyless?

Conheça o que é o sistema keyless, quais as suas vantagens e desvantagens.

Luisa Barreira Luisa Barreira , 19 Dezembro 2019

Com os avanços constantes na indústria automóvel vão surgindo cada vez mais upgrades e sistemas inovadores. Neste artigo, salientamos o sistema keyless. É uma tecnologia cada vez mais comum nos novos automóveis e vai ganhando cada vez mais adeptos entre os condutores.

O que é?

Traduzido “à letra” keyless significa sem chave. Isto é, através deste sistema vai conseguir abrir o seu automóvel sem necessitar de colocar uma chave convencional na pega da porta. Assim como também não necessita de colocar a mesma na ignição para iniciar a marcha do veículo. No entanto, é importante sublinhar que existe uma chave ou “cartão chave”, que o condutor tem que trazer consigo para conseguir abrir o seu carro e pô-lo em andamento.

No caso da abertura do carro, basta ter a chave consigo no bolso ou na mala, aproximar-se do veículo e pressionar um botão que existe na pega da porta do condutor, ou na bagageira, e o carro abre automaticamente. Para ativar a ignição do carro, existe um botão, na consola do carro, próximo do volante - “Start/Stop Engine”, que possibilita ligar e desligar o motor.

Este sistema pode diferir de fabricante para fabricante, pelo que na compra do automóvel deve consultar qual o procedimento que a marca tem instituído.
Atualmente este sistema é mais comumente usado em viaturas de gama média/alta, mas muitas marcas pretendem, no futuro, expandir o Keyless para os restantes segmentos.

Como funciona o sistema keyless?

O funcionamento do sistema keyless é relativamente simples.

Existe, junto da porta do condutor, um sensor instalado – sensor keyless - que, através de sinais de ondas de rádio de curto alcance, consegue detetar e identificar o código único inserido na chave do automóvel. Isto permite o desbloqueio automático do fecho central assim que o condutor clique no botão da pega para abrir o veículo. Da mesma forma, quando o condutor se afasta, com as chaves, o veículo tranca automaticamente as portas.

Este código, exclusivo de cada veículo, é detetado pelo sensor se a chave estiver, por norma, a uma distância entre 5 a 20 metros. Já para colocar o carro em andamento ou imobilizá-lo, basta clicar no botão de “ligar e desligar” o motor. Isto acontece porque veículo já identificou as chaves, para a abertura do mesmo. 

Leia também: Como poupar na reparação do carro?

Quais as principais vantagens e desvantagens deste sistema?

Tal como tudo, também o sistema keyless tem os seus pontos positivos e os seus inconvenientes.
De entre os vários prós e contras, destacamos os seguintes:

Vantagens:

  • É um sistema prático e confortável, que permite a abertura fácil do veículo, sem recorrer à introdução da chave;
  • É um sistema que pretende aumentar a segurança do condutor e restantes passageiros, pois permite colocar o carro em andamento de uma forma mais rápida que a convencional.
  • Não precisa de procurar pelas chaves no bolso se estiver com as mãos ocupadas. Facilita assim o movimento e as rotinas dos utilizadores;
  • Se no passado passava pelo problema de a chave não entrar corretamente na ignição e o carro não abrir ou não andar, o sistema keyless pode resolver estes problemas. 

Desvantagens:

A principal desvantagem deste sistema, prende-se com a sua vulnerabilidade. Ou seja, a segurança do veículo, em termos de roubo ou furto do mesmo, pode estar comprometida.
As várias marcas têm tentado provar, ao longo do tempo a segurança do sistema keyless, mas a digitalização permite que hackers consigam abrir o veículo após algumas tentativas.
Estes “especialistas informáticos” conseguem fazer uma cópia do sinal remoto da chave, tanto para o acesso ao carro, como para a ignição. Através da obtenção de um extensor de sinal wireless que permite estender o sinal da chave conseguem assim desbloquear o veículo, sem fazer disparar o alarme. Testes levados a cabo pela ADAC - Associação Automóvel Alemã, confirmam essa vulnerabilidade do sistema, detetando várias falhas de segurança.
Outra desvantagem é o facto de que, se perder a chave de um automóvel com este sistema, a sua substituição é bastante dispendiosa.

Concluindo, o sistema keyless é inovador e pode ser encontrado em alguns veículos, trazendo vantagens para os seus utilizadores.
Contudo ainda não está visível em todos os carros, pelo que é um sistema embrionário e que precisa de alterações para que tenha mais mecanismos de proteção.
Existem fabricantes que criaram e já têm implementado em alguns modelos o Slip Mode. Trata-se de um sistema que impede a deteção do sinal da chave, pelos amplificadores de sinal. As chaves destes veículos estão equipadas com um sensor de movimento, que coloca a chave em suspensão assim que fica imóvel durante 40 ou mais segundos, deixando de emitir sinal. Desta forma não é possível que sejam pirateadas.

Se comprar algum veículo com estas características, já conhece as especificidades deste sistema. 

Leia ainda: Carro: como otimizar o uso de combustível (e poupar dinheiro!)

Partilhe este artigo

Deixar uma resposta