Habitação

Preços das casas aumentaram quase 10% em 2019

Os preços das casas em Portugal voltaram a aumentar no final do ano. O balanço de 2019 é de aumentos, mas a um ritmo menor.

Sara Antunes Sara Antunes , 23 Março 2020

O aumento do preço das casas abrandou no final do ano passado, mas ainda assim o ano foi marcado por crescimentos generalizados.

O aumento médio anual dos preços das casas em Portugal foi de 9,6%, em 2019, de acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Este aumento, ainda que significativo, representa um abrandamento quando comparado com o ano anterior, período em que a taxa de variação média anual tinha sido de 10,3%.

Ainda assim, este foi o segundo crescimento mais acentuado desde que há dados (2010), sendo superado apenas pela variação de 2018.

Analisando os dados apenas do quarto trimestre, verifica-se um aumento de 8,9%, o que também representa um abrandamento no ritmo de aumento dos preços. O último trimestre do ano foi o período com a taxa de variação mais baixa de todo o ano.

Leia ainda: Financiamento para a compra de casa regista o melhor janeiro desde 2008

Valor das transações atinge recorde

Os dados do INE revelam também que, ao longo do ano passado, foram transacionadas 181.478 habitações, o que é o número de negócios mais elevado desde que há dados. A maior parte destas operações (85,3%) foram de habitações já existentes, de acordo com a mesma fonte.

Como seria de esperar, tendo em consideração que se venderam mais imóveis e os preços subiram, o valor de transações ascendeu a um total de 25,6 mil milhões de euros, o que corresponde a um recorde.

A maioria das transações foram realizadas na Área Metropolitana de Lisboa e na região Norte (63%), mas foi no Centro e no Alentejo que mais cresceu a venda de habitações. O INE adianta ainda que “no último ano, o valor das transações realizadas na Área Metropolitana de Lisboa aproximou-se dos 12,0 mil milhões de euros, 46,6% do total.”

Leia ainda: Taxa de juro do crédito habitação recua para mínimos

Efeito do Coronavírus é incerto

O Instituto Nacional de Estatística faz ainda uma ressalva, no documento publicado esta segunda-feira, 23 de março, relacionada com a atual situação. O INE diz ser “de esperar que as tendências” analisadas neste estudo “se alterem substancialmente. De qualquer modo, a informação hoje disponibilizada é útil para estabelecer uma referência para avaliar desenvolvimentos futuros”, salienta a mesma fonte.

Em causa está o impacto do Coronavírus na economia, nomeadamente no mercado imobiliário, algo que só será possível aferir com mais certezas daqui a uns meses.

Leia ainda: 10 formas essenciais e eficazes de poupar dinheiro em 2020

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

Um comentário em “Preços das casas aumentaram quase 10% em 2019