Crédito Habitação

6 erros que deve evitar se vai comprar casa

Sofia Serrano Sofia Serrano , 7 Junho 2017 | 7 Comentários
Se está a pensar comprar casa este artigo é para si. Conheça os erros mais frequentes que os compradores de imóveis cometem e saiba o que NÃO deve fazer!Em qualquer fase da vida, a compra de uma habitação é sempre um passo importante que requer alguns cuidados, que vão além da escolha do imóvel em si. Estarmos “apaixonados” por determinada casa e/ou não termos experiência no assunto são duas causas dos erros cometidos pelos compradores de imóveis. 

“Saber é poder.” Conheça os erros mais cometidos por quem vai comprar casa e para os quais deve estar alertado.

Não verificar as condições habitacionais do imóvel

Não se deixe levar pelas fotografias que viu ou pelo compromisso que vai ter a seguir e que lhe deixa pouco tempo para visitar a casa que pretende comprar. Comprar casa própria requer atenção a cada detalhe, das torneiras, à exposição solar, do chão aos equipamentos. Certifique-se que tudo funciona, que a casa cumpre os requisitos que procura. Como em qualquer compra, reflita. Se achar necessário marque outra visita, leve um familiar ou amigo em quem confie e peça opinião.

Não verificar a documentação do imóvel

Ao não verificar a documentação do imóvel poderá ter surpresas futuras como por exemplo a casa que pretende comprar estar penhorada ao banco ou estar a comprar um imóvel que não tem apenas um dono. Antes de fechar o negócio certifique-se que toda a documentação do imóvel está atualizada ou que o proprietário não depende de um terceiro para realizar a venda. 
Para tal deverá... 
 Solicitar junto do vendedor a Caderneta Predial Urbana e Certidão Permanente atualizadas. Na Caderneta Predial Urbana (CPU) poderá, para além da localização do imóvel saber qual o seu valor patrimonial, áreas registadas para efeitos de IMI e titulares. Já na Certidão Permanente consegue encontrar todos os registos efetuados em conservatória sobre o imóvel, nomeadamente se existem hipotecas ou penhoras. Conheça todos os custos, papéis e impostos neste artigo.

Não ter crédito pré-aprovado antes de ir visitar os imóveis

Não ter a pré-aprovação do crédito significa também que não sabe ao certo qual o limite do seu orçamento. Assim, existe grande possibilidade de estar a procurar ou a visitar imóveis que não estão fora do seu budget.

Não compreender todas as cláusulas do empréstimo

Quando assinar o seu contrato garanta que compreende todos os pontos. Se tiver dúvidas não hesite em perguntar e se achar necessário consulte um especialista. Assim estará a certificar-se que se trata de um contrato justo e que não está a assumir nenhuma responsabilidade que não lhe pertence.
Deverá sempre...
Ler cuidadosamente a Ficha de Informação normalizada onde constam todas as condições de financiamento tais como montante financiado, prazo contratado, spread e indexante associado,cross selling entre outros dados. Já numa fase final é igualmente disponibilizada a minuta prévia as Disposições legais aplicáveis,Taxas e restantes Obrigações e Garantias

Ignorar gastos extra

Para além do preço da casa há que contar com algum tipo de obras que imóvel precise, há que ter em conta gastos como escrituras, impostos e deduções e até o condomínio e manutenção da casa. Verificar que gastos podem existir, pois a longo prazo estes podem tornar-se incomportáveis.
Se está a pensar adquirir um novo imóvel deverá também ter em conta custos adicionais como ...
O caso do pagamento do IMT e Imposto Selo, sendo ambos calculados com base numa tabela definida em sede de Finanças. O IMT vai incidir sobre o valor constante do Contrato ou sobre o valor patrimonial tributário dos imóveis, consoante o que for maior. Acrescido a este custo deverá ainda ter em conta todas as comissões iniciais do processo de acordo com a Instituição onde está a requerer o financiamento, tais como Comissão de Estudo Inicial, Gestão de Dossier, Avaliação, Solicitadoria e comissão de Processamento, sendo esta última acrescida mensalmente à sua prestação ao longo de toda a vida do empréstimo.

Fazer um empréstimo demasiado grande

Fazer um empréstimo acima do que realmente precisa para comprar o imóvel que pretende, significa que vai pagar mais e durante mais tempo. Contudo, não se esqueça dos impostos e dos gastos, que anteriormente falámos bem como o recheio da casa. Desde o momento em que decide procurar casa até que tenha a chave na mão, a equipa de Crédito Habitação do Doutor Finanças pode ajudá-lo a evitar estes erros. Procuramos por si o banco que oferece melhores condições para o seu caso e evitamos que se preocupe com burocracias, não deixando escapar nenhum detalhe importante.  
Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #casa penhoradas,
  • #comprar casa,
  • #comprar casa crédito,
  • #comprar casa lisboa,
  • #comprar casa o que evitar,
  • #comprar casa porto

Deixar uma resposta

7 comentários em “6 erros que deve evitar se vai comprar casa

  1. Boa tarde tenho interesse em comprar uma casa no valor 190.000€. Tenho casa própria paga. Como devo proceder? Vender A que tenho? Alugar e pagar a prestação da nova?
    Atenciosamente
    Elisabete Rosa

    1. Boa tarde Elisabete,
      Agradecemos o seu comentário.
      Para melhor a podermos ajudar relativamente à questão colocada, deverá no nosso site, preencher o formulário relativo ao serviço de crédito habitação, indicando no tipo de operação que pretende “aquisição de novo imóvel”. Desta forma é-lhe atribuído um consultor que a vai contactar e esclarecer em todas as questões que tenha, no prazo de 3 dias úteis.

      Deixo-lhe a página para o preenchimento do formulário:
      https://www.doutorfinancas.pt/credito-habitacao-spread-baixo/?src=suporte#form

      Obrigada.

  2. Bom dia,

    Um sobrinho meu está a pensar comprar uma casa.

    Foi-lhe pedido 45.000€ pelo imóvel, mas ele tem 12.000€.

    Na minha opinião ele apenas terá de pedir um empréstimo de 33.000€, mas ele diz que tem de fazer o empréstimo na totalidade e os 12.000€ servem de entrada. É assim que funciona?

    Ele pediu-nos para sermos seu fiador, gostava de saber como salvaguardar a nossa posição para que mais tarde não venhamos a ter nenhum problema.
    Queremos muito ajuda-lo e sabemos que se tudo correr bem não iremos ter problemas, mas os imprevisto da vida acontecem e se por exemplo ele ficar sem trabalho nós também não podemos suportar mais uma renda.

    Estive-me a informar e sei que nós podemos declarar “Não renuncia ao beneficio de excursão previa”, mas nestes caso ao fim de quantas prestações em incumprimento é que se pode colocar a casa a venda? Os fiadores podem comprar a casa?

    Agradeço a v/ atenção, pois como já referi queremos muito ajuda-lo, mas ser fiador acarreta um grande compromisso e nós temos vários exemplos de colegas que ficaram em insolvência devido a serem fiadores de familiares com quem na altura se davam muito bem e nunca pensaram que lhes iriam falhar dessa forma.

    Sofia

    1. Olá Sofia, obrigado pelo seu pedido de esclarecimento.
      No que concerne ao valor do empréstimo, os Bancos aprovam, em média, 70% a 80% do valor de avaliação, motivo pelo qual o proponente do crédito deverá ter sempre capitais próprios para salvaguardar a diferença e os outros custos associados (imposto de selo, comissão de processo, custo de avaliação, escrituras, entre outros). No que respeita ao potencial incumprimento, se tal ocorrer, o Banco onde realizar o empréstimo irá contactar os fiadores para conseguir assegurar as prestações que o proponente deixou de pagar, se tal não acontecer, remeterá o processo para contencioso e em sede judicial, poderá tomar a posse administrativa do imóvel para o poder vender e ver-se ressarcido do valor em divida no empréstimo. Até ao finalizar do processo, poderá sempre haver um acordo entre as partes com vista ao retomar do bom pagamento do empréstimo. Esperamos ter sido claros e ter esclarecido as suas questões. Obrigado

  3. B

    Boa noite queria saber o que fazer no seguinte caso :
    Tenho um crédito de habitação de 32500 euros , com spread 0.3% e mais 17 anos de empréstimo , tenho o interesse em adquirir outra habitação de 130 000 euros , o que devo fazer :
    vender o apartamento e liquidar o total do empréstimo e pedir mais dinheiro para a moradia , ou tentar pedir dinheiro no mesmo empréstimo com o mesmo spread

    1. Bom dia

      Pelo que vemos tem várias alternativas com diversas implicações:

      Venda do imóvel – Deixa de ter esse crédito e pode haver lugar ao pagamento de imposto sobre as mais-valias.
      Incrementar o primeiro empréstimo – Neste caso irá depender do valor do imóvel e das suas características enquanto cliente. No entanto, o spread irá ser revisto;
      Novo empréstimo – A avaliação é como qualquer avaliação de crédito habitação e irá ter um spread aos níveis de mercado (no mínimo 1%).

      Se precisar de algum apoio não hesite em preencher o formulário de crédito habitação.

      Cumprimentos