Crédito Habitação

Crédito Habitação: Quais as fases do processo de crédito habitação?

Adriana Cabrita Adriana Cabrita , 26 Abril 2019

O crédito habitação não se trata apenas de escolher o imóvel, de fazer a sua compra e já está. Este é processo longo e que envolve várias burocracias. Fique a conhecer neste artigo quais as 5 fases de aprovação de um crédito habitação.

Um processo de crédito habitação passa por várias fases e, dependendo de cada caso, pode prolongar-se por mais de três meses até estar concluído. No entanto, se estiver informado sobre as várias etapas, vai conseguir organizar as mesmas com alguma antecedência e tornar o processo mais rápido. 

Leia ainda: Tudo o que precisa saber para ter o melhor crédito habitação

1. Envio de documentação  

Quando solicita um crédito habitação, e dependendo do caso, são vários os documentos que são solicitados pelo banco. No entanto, a vasta lista de documentação não é entregue na sua totalidade no início do processo. Para uma primeira fase, que é de análise e pré-aprovação só terá que enviar os seguintes documentos:

Iremos referir os restantes documentos em falta, em cada fase do processo correspondente.

Leia ainda: Todos os documentos que os bancos podem pedir para aprovar o seu crédito habitação

2. Pré-aprovação do crédito habitação 

Após enviar toda a documentação solicitada no ponto anterior, o banco vai avaliar se tem viabilidade para seguir ou não com o financiamento.  

É nesta etapa que o banco vai analisar o seu perfil a fundo. Desde verificar a sua estabilidade financeira, a sua situação profissional, a sua taxa de esforço, a sua percentagem de LTV até ao seu histórico bancário.

Esta é uma fase que pode ser um pouco demorada, dado que o banco vai analisar tudo ao detalhe para garantir que não vai correr o risco de não pagar as prestações e que, na verdade, trata-se de um potencial cliente.  

O processo do crédito habitação apenas dá início quando a instituição financeira constatar que reúne todos os requisitos e condições necessárias para avançar.   

3. Avaliação do imóvel  

A avaliação do imóvel é obrigatória e muito importante num processo de crédito habitação, dado que é no seguimento desta avaliação que o banco determina o valor máximo que está disposto a financiar e quais as condições do empréstimo. Nesta fase serão solicitados mais documentos para que, juntamente com visita de um avaliador especializado, possa ser feita a avaliação do imóvel. Os documentos necessários para esta fase do processo são:  

A avaliação tem em conta vários aspetos, tais como a localização, a área do imóvel, a vista, a iluminação, o ano, as infraestruturas envolventes, entre outros. No final, depois de realizada visita, e com base também nos documentos do imóvel, o avaliador emitirá um relatório.  

Os custos associados a este processo são suportados pelo consumidor que, por norma, são chamados pela entidade bancária de comissão de avaliação

Leia ainda: Conheça o comparador de comissões bancárias

4. Formalização da aprovação do crédito para comprar casa 

Deve se estar a perguntar: “Mas o meu crédito habitação já não foi aprovado?”. O seu empréstimo foi pré-aprovado na fase 2. No entanto, é na última fase que é emitida a carta de aprovação (também conhecida por carta de oferta), onde detalha e confirma todas as condições finais do seu crédito habitação. 

5. Realização da escritura de compra e venda 

A escritura, que é a fase final de um processo de compra e venda, tem um dos maiores custos associados à aquisição de um imóvel. É neste momento que recebe a chave da casa e que fica legalizada a venda. Aqui entra a necessidade de contratar um notário e, consequentemente, de entregar os seguintes documentos:  

Esta última fase torna-se dispendiosa, pois caso não esteja isento, é nesta altura que deve proceder ao pagamento do IMT (Imposto Municipal sobre Transmissões Onerosas de Imóveis).

Leia ainda: Tudo o que precisa saber sobre o IMT

Clínica Doutor Finanças

Dado que escolher o melhor crédito habitação pode levar vários meses, o aconselhamento de profissionais especializados poderá ajudá-lo nesta fase. Como consultora financeira, o Doutor Finanças, pode procurar por si as melhores condições para o seu caso, sem cobrar qualquer custo por este serviço. Deixe as dores de cabeça e todas as burocracias connosco e garanta um processo rápido, simples e eficaz.

Veja o vídeo

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #Crédito habitação,
  • #fases crédito habitação

Deixar uma resposta