Crédito

Estou sufocado pelo meu cartão de crédito

João Barbosa João Barbosa , 8 Maio 2015
É muito difícil pagar uma dívida de um cartão de crédito. São muitas as famílias que são confrontadas com dívidas aparentemente impossíveis de pagar o que representa um grande drama para muita gente. Facilmente entram numa espiral de sobre endividamento que terá de ser eliminado pela raiz. Neste artigo vamos mostrar-lhe um caso concreto desta situação dramática e mostrar como pode resolvê-la.

Tenha atenção a todos os custos

Para melhor compreender os perigos do cartão de crédito iremos dar um exemplo de um caso concreto que passou pelo Dr. Finanças (com algumas adaptações por efeitos de simplificação). Veja como uma dívida de €1.000 pode levar-lhe todo o seu dinheiro.
  • Montante da Dívida - €1.000
  • Pagamento Mínimo – 3%
  • Taxa de Juro Mensal – 1.65%
Comparando a taxa de juro mensal e o pagamento mínimo, poderemos ser levados a pensar que o cliente está a amortizar 1.35% da dívida todos os meses. No entanto, uma análise mais cautelosa poderá levar-nos a conclusões distintas. Isto porque existem mais custos que importa acautelar, nomeadamente comissões, seguros e impostos.O pagamento mínimo amortiza os custos e os juros. Neste caso específico, um pagamento de €30 por mês terá de liquidar:
  • Juros – €16.5
  • Seguros e Impostos - €9.2
Na prática, o cliente pagou €25.7 de juros e apenas €4.3 de capital. Ou seja, irá amortizar 0.43% do capital em dívida. A manter-se esta situação a dívida NUNCA estará paga.

E se acontecer algum imprevisto

No caso específico que estamos a analisar, a família que recorreu ao Dr. Finanças teve um problema que levou a passar o limite de crédito autorizado em €6. No mês seguinte, o banco cobrou uma comissão de €20 por ultrapassagem do limite, tendo também aumentado o limite de crédito para €2.000. Quais os custos no mês seguinte?No mês seguinte os custos associados a esta linha de crédito serão:
  • Juros – €16.43
  • Seguros e Impostos - €9.2
  • Comissão de limite de crédito excedido - €20
O total de custos e comissões é agora de €45.63. Significa isto que o cliente não irá conseguir amortizar o crédito. Na prática, irá aumentar o seu endividamento em €15.63. Ao invés de estar a amortizar a dívida está a aumentá-la.
O peso do cartão de crédito na sua carteira
O peso do cartão de crédito na sua carteira

Como resolver o problema do cartão de crédito

Do exemplo apresentado é fácil constatar que a situação financeira da família é muito sensível. É certo que falamos de valores reduzidos mas o exemplo mostra o potencial destrutivo destas dívidas de curto prazo.Ciente desta dificuldade, a família recorreu ao Dr. Finanças e conseguimos melhorar a sua vida financeira através da negociação com a entidade credora. Por vezes, a negociação com as instituições financeiras de cartão de crédito é complexa, burocrática e morosa e é fácil perceber o motivo. Neste caso, qual o incentivo da financeira em reestruturar proactivamente a dívida?

Resultado da negociação de créditos

Após a negociação foi possível reestruturar o cartão de crédito para um crédito com as seguintes características:
  • Montante - €1.000
  • Prazo - €48 meses
  • Taxa de juro anual – 2%
Concluído o processo a família ficou a pagar uma prestação mensal de €21.7 e garante que irá conseguir amortizar o seu crédito ao final do prazo. Na prática, foi possível reduzir o valor da prestação mensal (caiu de €30 para €21.7) e amortizar o crédito.
Renegociar os créditos pode ajudar a reduzir o seu sufoco
Renegociar os créditos pode ajudar a reduzir o seu sufoco

Porque não experimentar?

A negociação do cartão de crédito abre espaço a elevados níveis de poupança. É possível reduzir fortemente as suas prestações e acabar com as suas dívidas. O melhor é que neste processo o que custa é dar o pontapé de saída. E é o mais difícil porque as burocracias e a negociação é toda feita pelo Dr. Finanças. Se quiser ver o seu crédito analisado em maior detalhe não hesite em contactar o Dr. Finanças.
Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #baixar prestações,
  • #cartão de crédito,
  • #como acabar com as dívidas,
  • #crédito pessoal,
  • #dividas,
  • #negociar créditos

Deixar uma resposta

2 comentários em “Estou sufocado pelo meu cartão de crédito