Uma entrevista de emprego não deve nunca ser unidirecional, ou seja, não serve apenas para que um possível empregador conheça o candidato, mas também para que o candidato conheça melhor a empresa, as pessoas com quem vai trabalhar e o trabalho em si, que o espera caso seja selecionado.
Se chega ao final de uma entrevista e fica sem saber o que dizer quando surge a questão “Tem alguma dúvida ou questão sobre a empresa?”, não deixe de ler este artigo.
Acontece muito, no final das entrevistas de emprego, o recrutador perguntar se tem perguntas para ele, após ter sido questionado durante todo o tempo da entrevista. Aqui, o ideal é que tenha perguntas para fazer, mostrando assim interesse e preocupação pelo trabalho que poderá vir a desempenhar.
Como uma entrevista deve sempre ser uma conversa entre duas partes, tal como respondeu a perguntas a seu respeito, deverá aproveitar também para obter o máximo de informação que conseguir acerca da empresa e do posto de trabalho ao qual se está a candidatar.

Poderia descrever um dia típico na empresa para alguém com a função à qual me estou a candidatar? Em que consiste o trabalho no dia-a-dia?

Apesar de, em princípio, já ter algum conhecimento sobre a natureza do trabalho a que se candidata, convém sempre questionar acerca de aspetos mais específicos. Afinal, cada empresa tem a sua forma de trabalhar e a sua própria cultura laboral.
Esta questão fá-lo-à parecer genuinamente interessado não só no trabalho, mas em perceber se é o candidato ideal para a empresa e se se dará bem naquele trabalho.

Quais as qualidades/características que procuram no candidato para este trabalho?

Esta questão vem reforçar a anterior e mostrar que realmente possui a capacidade de analisar se estará – ou não – à altura da posição em questão. Não são (ou não devem ser) apenas as empresas e os recrutadores a avaliar se os candidatos são compatíveis com as vagas de trabalho para os quais são entrevistados; os próprios candidatos deverão fazer esse trabalho de casa após uma entrevista, pelo que é importantíssimo que questione a empresa acerca de tudo aquilo que se lembrar e que achar que poderá vir a ser relevante.
Quais são os maiores desafios que a empresa enfrenta neste momento?
Por outras palavras: como é que você, o candidato, poderá vir a fazer a diferença e ajudar a empresa a fazer frente aos seus desafios?

Quais são os próximos passos do processo de recrutamento?

Poderá instintivamente pensar que deverá evitar pressionar o recrutador no que diz respeito a perguntas relacionadas com o processo de recrutamento, pois todos os candidatos querem saber quando ouvirão notícias e feedback à sua entrevista, mas saiba que é uma pergunta legítima e faz sentido colocá-la.
De qualquer modo, parece sempre melhor colocar esta questão e mostrar-se interessado e até entusiasmado com os próximos passos, do que sair da entrevista sem se mostrar interessado no que virá a seguir.

Qual considera ser a melhor coisa em trabalhar nesta empresa?

É sempre uma boa forma de avaliar o ambiente da empresa, descobrindo se a pessoa que o está a entrevistar é feliz na empresa e no quão descontraidamente responde a esta questão. Enquanto alguém responde a esta pergunta é fácil ver através do seu tom de voz e da sua linguagem corporal se estão a ser sinceros ou não.

Conclusão

Antes mesmo de ir à entrevista de emprego, explore a empresa na internet durante a fase de preparação para a entrevista, e pense em três perguntas para colocar aos entrevistadores no final da entrevista quando estes perguntarem se tem alguma dúvida ou questão sobre a empresa e sobre o trabalho. Convém sempre perguntar alguma coisa, nem que seja apenas para reforçar o seu interesse em trabalhar lá. Formule as suas questões antes da entrevista, mas lembra-se: pode sempre substituí-las por outras mais espontâneas e pertinentes (que lhe façam mais sentido na altura) e que possam surgir naturalmente durante a própria entrevista.
Sejam quais forem as suas questões para a empresa durante a entrevista, lembre-se: a entrevista é tanto para a empresa conhecer os candidatos como para os candidatos conhecerem a empresa. Se, no final, a empresa decidir contratá-lo, mas você não tiver ficado convencido de que será feliz a trabalhar nessa empresa, tem sempre a opção de declinar a proposta ou de tentar negociar para torná-la mais vantajosa.