Finanças pessoais

Crédito pessoal ou poupanças para férias? Faça contas antes de decidir

Está a ponderar pedir um crédito pessoal ou reforçar as poupanças para as férias? Antes de tomar uma decisão faça contas.

Finanças pessoais

Crédito pessoal ou poupanças para férias? Faça contas antes de decidir

Está a ponderar pedir um crédito pessoal ou reforçar as poupanças para as férias? Antes de tomar uma decisão faça contas.

Se para ter as suas férias de sonho está a ponderar pedir um crédito pessoal, deve avançar com precaução. Naturalmente, com a chegada do verão, já só pensa nas tão merecidas férias. Se tem por hábito fazer um período de férias mais alargado nesta época, é altura de se divertir e recarregar energias para enfrentar mais um ano de trabalho.

Neste artigo, explicamos-lhe que contas deve fazer antes de decidir acrescentar despesas aos seu orçamento familiar, mas também apontamos alternativas a esta escolha. A poupança, ou o seu reforço tendo como objetivo as férias, também pode ser um caminho.

Taxas, comissões e encargos num crédito pessoal para férias

O crédito pessoal é visto por muitas pessoas como uma forma de conseguir dinheiro rapidamente para alcançar um determinado objetivo, seja ele umas férias, obras na habitação, a compra de um automóvel, ou qualquer outro. Se a vantagem é ter dinheiro disponível rapidamente, o reverso da moeda é o custo elevado de um crédito pessoal.

Para além das elevadas taxas de juros dos créditos pessoais, que podem atingir os 13%, deve ter em conta todos os custos que vai ter de suportar para fazer o crédito, como por exemplo, impostos, comissões, prémio de seguros, como o de vida e de proteção pagamentos, para se precaver de possíveis imprevistos, bem como outros encargos.

Ao fazer contas vai perceber facilmente a diferença entre o valor que necessita e o que vai pagar no final do contrato, pelo que recorrer ao crédito para este tipo de situações pode não ser a melhor solução para si.

Faz parte dos seus planos prolongar, por vários meses, o pagamento das férias que já usufruiu? Ainda assim, pode e deve fazer planos para passar umas férias com tudo aquilo a que tem direito. Para tal, tenha em conta outras alternativas.

Leia ainda: As perguntas que deve colocar antes de fazer um crédito pessoal

jovem mulher, em fundo (desfocado), faz contas com ajuda da calculadora, frente a uma fila crescente de pilhas de moedas

Poupança para as férias

Para que as suas férias de sonho se tornem em realidade, comece já hoje a trabalhar para isso. Como? Para começar deve elaborar um orçamento para saber qual o montante que vai necessitar. Depois, desafie-se a fazer uma poupança mensal num valor que seja confortável para si até conseguir juntar o dinheiro de que necessita.

Obtenha um rendimento extra

Se o seu salário é demasiado curto para pagar as férias com que sonha e mesmo fazendo uma poupança mensal é difícil conseguir juntar o valor necessário, então pondere obter um rendimento extra.

Encontre um trabalho a part-time durante um determinado período que dê para conciliar com o seu emprego. Por exemplo, trabalhar num restaurante ao fim de semana.

Se por outro lado, sempre teve jeito para cozinhar, para fotografar ou para uma qualquer outra atividade, pondere começar a ganhar dinheiro com o seu hobbie. Se por exemplo, a cozinha é a sua praia, pondere vender aquilo que faz. Aproveite as potencialidades das redes sociais para a divulgação dos seus produtos e coloque mãos à obra. Pode também ensinar outras pessoas a cozinhar.

Leia ainda: Como obter um rendimento extra através dos seus hobbies?

Venda o que já não usa

Certamente que tem em casa vários objetos que já não utiliza, nomeadamente, roupa, bijuteria, mobiliário, entre outros. Venda esses objetos e consiga uma ajuda para pagar as suas férias. Publique os seus anúncios nas plataformas de venda online, como é o caso do OLX e do Custo Justo.

Faça férias mais baratas

Se não tem disponibilidade financeira para fazer as férias com que sempre sonhou, a alternativa pode passar por fazer umas férias mais em conta.

Pesquise na internet ou procure numa agência de viagens alternativas que podem ser tão ou mais interessantes como o destino que pretendia, e acima de tudo mais baratas.

Leia ainda: Férias em conta? Dicas vão do planeamento ao couchsurfing

Vá de férias na época baixa

Outra solução pode passar por fazer as tão desejadas férias na época baixa. Se viajar quando não existe tanta procura para o destino que pretende vai certamente encontrar preços mais baixos.

Pague as férias a prestações na agência de viagem (sem acréscimo de custos)

Por vezes as agências de viagens fazem campanhas, onde possibilitam o pagamento em prestações sem nenhum acréscimo de custos. Informe-se das condições de pagamento e se a agência estiver a trabalhar com essa possibilidade, aproveite.

Ganhe uma folga financeira poupando nos seus créditos

Caso tenha vários créditos para pagar mensalmente, como um crédito automóvel, crédito da compra de um eletrodoméstico, cartões de crédito, entre outros, pondere a consolidação de créditos para poupar. 

O crédito consolidado permite que junte todos os créditos que tem num só. Ou seja, ao fazer isto, passa a pagar uma única prestação mensal mais baixa, devido às taxas de juro. O valor da poupança vai sempre depender de caso para caso, da quantidade de créditos que tem, das taxas associadas, mas é sempre possível poupar, pelo menos, no imediato.

Caso tenha um crédito habitação, saiba que também existem formas de conseguir poupar na prestação que paga pelo crédito.

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.