Energia

Aquecimento: Qual a melhor opção para a sua casa?

O inverno está a chegar e ter a sua casa quente é essencial. Saiba qual a opção de aquecimento que melhor se adequa a si.

Energia

Aquecimento: Qual a melhor opção para a sua casa?

O inverno está a chegar e ter a sua casa quente é essencial. Saiba qual a opção de aquecimento que melhor se adequa a si.

Nesta altura do ano, as temperaturas começam a descer e o interior das nossas casas vai gradualmente arrefecendo. Assim, para que fique mais quente e confortável deve procurar a solução que mais se adeque. Uma das respostas é o aquecimento central.

Assim sendo, o aquecimento central é um sistema que permite aumentar a temperatura ambiente e baixar a humidade relativa do ar no interior de um espaço fechado. Dessa forma, é indicada para situações de baixas temperaturas exteriores.

Isto é, o aquecimento central fornece calor a todo um espaço interior fechado, tendo como ponto de partida um ponto (caldeira, esquentador ou termoacumulador). Em seguida, o calor é distribuído pelas restantes divisões através de tubos próprios, circulação de água por canos ou por vapor canalizado.

A temperatura ambiente ideal ronda os 20ºC, ou seja, nem muito quente nem muito fria. Esta temperatura além de proporcionar conforto, ajuda ainda a diminuir a humidade e a formação de bolores.

Leia ainda: Frio: como poupar em aquecimento da casa?

Aquecimento central: vantagens e desvantagens

Primeiramente, importa perceber se a sua casa precisa de aquecimento ou não. Em caso afirmativo, é procurar a solução que mais se adequa.

Vantagens

As principais vantagens estão relacionadas com razões de conforto, saúde e segurança. Ou seja:

  • Ajuda a combater o frio, já que torna os ambientes mais quentes e agradáveis;
  • Evita o aparecimento de humidade e bolores que podem afetar a saúde, principalmente, de quem sofre de problemas respiratórios e alérgicos;
  • Temperaturas muito frias podem alterar a pressão sanguínea e o ritmo cardíaco, pelo que uma casa quente pode ajudar nesse sentido;
  • Por fim, uma boa temperatura ambiente contribui para que as suas noites de sono sejam mais relaxantes.

Desvantagens

  • Regra geral, exige um grande investimento quando a casa ainda não possui este sistema;
  • Pode implicar uma maior manutenção, bem como um consumo de energia mais elevado, consoante o sistema de aquecimento escolhido.

Aquecimento, que soluções existem?

Os sistemas de aquecimento mais comuns são:

  • Ar condicionado;
  • Caldeiras;
  • painéis solares;
  • radiadores;
  • salamandras (consumo de pellets);
  • Por fim, as lareiras com recuperador de calor.

Em seguida, analisamos mais detalhadamente cada uma das opções.

Ar condicionado

O ar condicionado é, talvez, o sistema de aquecimento central mais utilizado nos nossos dias. Por outro lado, tem a vantagem de poder ser utilizado durante todo o ano, dado que permite ajustar a temperatura. Porém, este sistema implica um investimento elevado,ainda que o consumo de energia seja baixo. Faça as contas, pode compensar.

Atenção, este sistema exige uma boa manutenção dos equipamentos, de modo a evitar o aparecimento de fungos ou bactérias.

Caldeiras

Estes equipamentos consistem em grandes recipientes metálicos para aquecimento da água que é depois distribuída através de uma rede de tubos que termina em radiadores, pisos radiantes ou toalheiros.

As caldeiras podem ser de dois tipos:

  1. convencionais ou de condensação - funcionam a gás e são indicadas para uso doméstico normal;
  2. caldeiras de chão/murais a gás ou a gasóleo – são mais potentes e maiores do que as anteriores, pelo que são mais eficientes no aquecimento da água.

Esta solução pode ainda ser usada na produção de águas quentes sanitárias. As principais vantagens das caldeiras passam por a durabilidade, exigirem pouca manutenção e terem um sistema de combustão seguro.

Painéis solares

Os painéis solares convertem a energia solar em eletricidade. Assim, são muito eficientes e, regra geral, são fixados na parte superior das casas para captarem melhor a energia solar.

Contudo, este sistema de aquecimento também implica um esforço financeiro significativo. Ainda assim, a médio e longo prazo é um investimento que pode compensar. Uma vez mais, tem mesmo de fazer as contas.

Radiadores

Nesta opção, com radiadores, a troca de calor entre o ar atmosférico e outro líquido ou vapor é realizado num sistema fechado. A procura e oferta no mercado são elevadas e andam lado a lado, pelo que regra geral, os preços são competitivos.

Os radiadores são feitos de metal dado que este material conduz bem o calor.

Os radiadores a vapor são dos mais antigos, mas ainda se usam muito. Estes radiadores estão ligados a uma caldeira que aquece a água que, por sua vez, forma vapor. O vapor circula por tubos verticais até ao radiador. À medida que o vapor perde o calor, ele começa a transformar-se novamente em água que é novamente aquecida, iniciando um novo ciclo.

Os radiadores a água funcionam de uma forma semelhante, mas não têm a pressão causada pelo vapor, para além de moverem a água ativamente. A água que circula nos radiadores nunca chega a ferver e quando arrefece volta novamente ao ponto de partida.

Os radiadores elétricos têm um reservatório com um óleo mineral especial designado como óleo térmico ou óleo para a transferência de calor. Este óleo, como não queima aquando do processo de aquecimento, não necessita de substituição. Tem um ponto de ebulição alto que transmite quantidades de energia térmica bastante altas, aumentando o conforto dos espaços. Além disso, tem várias opções por onde escolher.

Salamandras (consumo pellets)

Desde logo, se desconhece o que são pellets esclarecemos que são biocombustíveis compostos por biomassa vegetal, em forma de pequenos cilindros. Além disso, são uma fonte de energia renovável e menos poluentes.

Contudo, antes de avançar para a compra de uma salamandra que funciona a consumir pellets, deve ter em atenção a dimesão da área que quer aquecer. Isto porque, quanto maior for o depósito interno de pellets da salamandra, maior será a sua autonomia.

Recuperadores de calor

Se a sua casa tem uma lareira tradicional a lenha, então verifique se tem um recuperador de calor. Estes equipamentos, ajudam a queimar a lenha e ainda aquecem a água de forma bastante eficaz.

Para isso, tem de ter um circuito de aquecimento central que funcione através de radiadores ou por piso radiante.

Com um recuperador de calor, a sua casa ou espaço aquece muito mais rápido do que com a lareira tradicional.

Leia ainda: Como poupar na fatura da luz e no aquecimento?

aquecer casa

O que deve ter em conta antes de escolher?

O aquecimento é de extrema importância numa casa. Assim, seja pela sua utilidade ou pelo investimento que implica, o sistema escolhido deve ser o mais eficiente possível.

Por conseguinte, antes de escolher a melhor solução deve ter em conta vários fatores, como por exemplo: orçamento disponível, área da casa, necessidades energéticas, e tipo de casa (se é comprada ou arrendada).

Deve ainda, analisar ao detalhe os seguintes pontos:

  • Isolamento

O tipo de isolamento e a facilidade com que a casa deixa ou não entrar água e/ou frio vai determinar a intensidade de calor de que precisa.

Nesse sentido, se a casa não tiver um bom isolamento, é aconselhável que resolva primeiro este problema antes de instalar qualquer sistema de aquecimento. Caso contrário, não vai rentabilizar o investimento porque não será eficaz. Isto é, o calor gerado vai escapar, em grande parte, pelas paredes, janelas e tetos.

  • Distribuição do calor

A distribuição do calor pode ser feita por radiadores ou através de um piso radiante . Ainda assim, este último é mais eficaz.

  • Intensidade de calor necessária

A intensidade de calor que pretende, vai determinar o tamanho do radiador ou da tubagem para um sistema de piso radiante. Os cálculos em relação ao tamanho devem ser feitos por um profissional.

Como resultado, só após a análise destes fatores e de cada uma das opções de aquecimento, deve tomar uma decisão.

Pronto para aquecer a sua casa?

Além de ter em conta os fatores acima indicados, procure ajuda de um profissional na área e informe-se com maior detalhe. Em seguida, indicamos apenas algumas empresas às quais pode recorrer, seja para instalação ou reparação de possíveis avarias.

  • GALP;
  • Casa das Caldeiras;
  • VULCANO;
  • SOLZAIMA;
  • DAIKIN;
  • SUNENERGY.

Nesse sentido, contacte as empresas, explique o que pretende e quais as características do espaço ou casa onde pretende instalar o aquecimento.

Assim sendo, deve não só analisar as diferentes opções de mercado, mas também o espaço que pretende aquecer e restantes fatores que podem influenciar a otimização do aquecimento. Analise, compare e faça então a sua escolha.

Leia ainda: Como tornar a minha casa mais quente e poupar no final do mês?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.