Vida e família

Como tornar a minha casa mais quente e poupar no final do mês?

Aquecer a casa sem disparar a conta da luz no final do mês pode ser um autêntico desafio. Contudo, existem algumas estratégias que podem ajudar.

Embora já se tenha sentido um ligeiro aumento nas temperaturas, a verdade é que este início de ano foi marcado pelo frio, chegando mesmo a atingir temperaturas negativas em muitas regiões do país.     

Principalmente agora, no inverno e em fase de confinamento - onde o tempo passado em casa é muito superior - é importante conseguir manter a casa quentinha, sem que as contas de eletricidade dispararem. Uma vez que é sempre no inverno que estas faturas mais pensam no orçamento familiar.  

Novo confinamento: Conheça as medidas extraordinárias de apoio
Ler mais

No entanto, por mais técnicas que utilize para manter a casa e o corpo quente (calafetagem, tapetes, roupa quente e confortável, etc.), estas nem sempre são o suficiente e as mais eficazes. Até porque, reduzir os gastos energéticos não se resume apenas a comprar um aparelho de aquecimento que consuma menos energia. Trata-se, também, de tornar as habitações mais eficientes energeticamente. 

Por isso, e se sente que esta é a sua realidade, fique a conhecer outras formas de tornar a sua casa mais quente e ainda começar a poupar com essa mudança.  

Leia ainda: 5 dicas para reduzir os consumos em sua casa e evitar faturas elevadas

O isolamento pode ser a chave do problema 

A solução para tornar a sua casa mais quente, não se encontra apenas nas soluções para o interior da casa. Antes pelo contrário, é importante avaliar toda a estrutura do imóvel, desde portas, janelas, tetos, telhados, entre outros, para verificar onde se encontram as fugas de calor e se existem infiltrações.  

A verdade é que, no que toca ao isolamento de uma casa, existem soluções mais económicas, mas que são mais apropriadas a curto-prazo e outras soluções que requerem um investimento inicial maior, mas que vão se mostrar mais eficazes a longo prazo.  

No entanto, como cada carteira é uma carteira, analisamos as duas opções: económicas e dispendiosas.  

Soluções de maior investimento, mas maior eficácia  

Quer produzir energia solar em casa? Conheça as regras
Ler mais
  • Isolamento XPS 

XPS (Espuma de Poliestireno Extrudido) trata-se de uma placa de esferovite, colocada junto ao tijolo, nas paredes mais expostas às alterações térmicas. Este material deve ser aplicado aquando da construção da casa, podendo ser aplicado depois, mediante a realização de obras de melhoramento. 

  • Isolamento EPS 

Este material consiste em 98% de ar em repouso dentro de uma estrutura celular constituída por 2% de matéria sólida, o poliestireno. Quanto mais espessura tiver a placa de EPS, melhor isolamento térmico a casa terá. 

  • Estores térmicos e vidros duplos 

Estes estores por fora são idênticos aos normais, contudo, no interior, são injetados com poliuretano. Para além do isolamento térmico estes também ajudam no isolamento sonoro e são uma ótima solução a longo prazo.  No entanto, este não deve ser um passo isolado. Ou seja, deverá considerar a janela como um todo, verificar as juntas dos parapeitos e possíveis rachas na parede, pois se colocar estes estores, mas não reparar pequenas falhas, vai continuar a ter perdas significativas de calor. 

Por outro lado, a instalação de vidros duplos também vai ajudar a manter a temperatura no interior da casa, tornando a casa mais eficiente a nível energético e diminuindo assim a fatura no final do mês.  

  • Isolamento do chão  

O chão é outro componente que pode fazer toda a diferença numa casa. Por exemplo, se tiver um chão de cerâmica e substituí-lo por um chão flutuante, vai notar a casa mais quente e confortável. Na instalação do novo chão pode ainda aproveitar para colocar materiais de isolamento que vão reduzir os ruídos externos e as diferenças de temperatura, influenciando a sua fatura no final do mês.  

Soluções de menor investimento, mas menor eficácia 

O que muda nos impostos para as famílias em 2021
Ler mais
  • Isolar as caixas dos estores 

Muitas das perdas de calor que ocorrem nas casas estão associadas a um isolamento deficiente das janelas. E, para isolar as suas caixas do estore, não precisa de recorrer a obras de remodelação. Por exemplo, basta comprar uma espuma adesiva pronta a aplicar e forrar o estore de acordo com as instruções.  

  • Calafetagem de portas e janelas 

Este é um ponto fraco frequente no que diz respeito à eficiência energética das casas, uma vez que as portas e janelas vão deteriorando-se com o tempo. Contudo, para este problema, são muitas as soluções oferecidas pelas lojas de bricolage e construção.  

Por exemplo, no caso das portas pode utilizar os conhecidos “chouriços” decorativos ou as tiras de vedação.  

  • Preencher todas as frestas 

Seja nos rodapés, nas tomadas ou até mesmo nos interruptores, é importante preencher todas as frestas que encontrar para evitar a saída do ar quente e da existência de corrente de ar.  

Para o facilitar nesta busca, pode, por exemplo, aproveitar os dias ventosos para conseguir encontrar esses pontos.   

  • Isolar sótão e garagem 

Se tiver um sótão não descure o seu isolamento. Uma vez que o calor tem tendência a subir, é normal que esta divisão, sendo o último andar de uma habitação, funcione como uma barreira de contenção. Por isso, qualquer buraco ou fresta que exista, vai deixar escapar o ar quente. Para solucionar este problema pode, por exemplo, utilizar a fibra de vidro e a fibra de celulose, uma vez que são dos materiais mais utilizados no isolamento de sótãos.  

Por outro lado, todo o esforço que está a fazer em isolar a casa, pode acabar por não ser tão eficaz se se esquecer da garagem. Isto porque, muitas vezes, as garagens estão em paredes meias com algumas divisões da casa. Logo, se existirem frestas ou buracos, o calor vai acabar por sair. 

Redução da altura do teto 

Tal como referimos no isolamento do sótão, o calor como tem tendência a subir, acaba por se dissipar em casas muito grandes ou altas. Assim, uma solução que vai ajudá-lo a tornar a sua casa mais eficiente poderá passar por colocar um teto falso. Para o efeito será necessária uma armação de metal que vai suportar as placas de pladur, que darão forma ao novo teto. Com a descida do pé direito da casa será mais fácil preservar o calor na parte de baixo.  

Leia ainda: Saiba como ter ajuda do Estado para tornar a sua casa mais sustentável

O ar condicionado como solução para poupar 

Fora a lareira e a salamandra, o ar condicionado é dos sistemas mais eficientes e mais económicos. Isto porque aquece a casa de forma muito mais rápida e eficaz do que outros aparelhos, como é o caso do aquecedor. E, no verão, ainda consegue arrefecer a temperatura da casa.  

Eletrodomésticos mais eficientes e fáceis de reparar em 2021: Quanto pode poupar?
Ler mais

Por exemplo, o aquecimento central através de caldeira a gás, que também é muito eficaz para aquecer a casa no geral, representa, no final do mês, custos muito elevados na fatura da eletricidade.  

Embora seja necessário um investimento inicial, se fizer contas, no final de um período de tempo, vai compensar. Para além da qualidade que vai trazer à sua vida e à sua casa.  

Pode ainda procurar investir num equipamento com melhor classificação energética. Embora possa ser mais dispendioso no momento da compra, vai resultar numa poupança ainda mais significativa.  

Contudo, se decidir avançar para a compra de um ar condicionado, existem alguns aspetos que deverá ter em conta, nomeadamente: a área do local onde irá colocar o equipamento, qual a posição das janelas e a sua orientação, qual o tipo de isolamento, bem como quantas pessoas utilizam esse espaço. As respostas a estas questões vão determinar as características do equipamento que vai precisar, nomeadamente a potência do mesmo, o que, por consequência, irá influenciar o preço. 

Leia ainda: 7 dicas que o vão ajudar a poupar no ar condicionado em sua casa

A decoração também é uma peça fundamental  

Casa “à prova de Covid-19″: Duas em cada cinco pessoas fizeram remodelações este ano
Ler mais

Uma casa com mais mobília, têxteis e peças de decoração acaba por ser mais acolhedora, mas também mais quente. E para tal, pode investir em: 

  • Cortinas de revestimento térmico 

Também conhecidas por cortinas blackout, estas ajudam na regulação da temperatura das divisões da casa, uma vez que são feitas de um tecido mais grosso e com ótima durabilidade.  

  • Tapetes, carpetes e boas mantas 

Antes de recorrer aos aquecedores, experimente colocar tapetes e carpetes nas divisões onde passa mais tempo e utilizar mantas. Este é um velho truque, ainda assim, eficiente no aumento do conforto da casa. 

  • Papel de parede e cores quentes  

Pintar as paredes de cores quentes e utilizar papel de parede, para além de tornar a casa mais agradável visualmente e dar a sensação de aconchego, vai também preservar o calor. Por exemplo, o papel de parede como não é um bom condutor de calor, vai ajudar a manter a temperatura no interior da casa.  

  • Decoração de parede 

Uma vez que as paredes também são responsáveis pela perda de ar quente, é importante preenchê-las, seja com espelhos, móveis ou quadros, para criar o género de uma barreira de isolamento, retendo assim o calor.  

Leia ainda: 7 dicas para poupar dinheiro na compra da sua mobília

Mantenha as portas fechadas

Como última dica, aconselhamos que feche as portas das divisões que não utiliza, bem como dos vários acessos. Assim, vai impedir que o ar quente que está na zona onde se encontra saia e que, o ar frio, que se encontre noutras áreas da casa, entre.  

Apesar de algumas destas soluções representarem um investimento financeiro inicial elevado, esta solução permite poupar a longo prazo na conta da luz. Para além disso, o certificado energético sobe de categoria, o que reduz o IMI a pagar na habitação. 

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #aquecer a casa,
  • #eficiência energética,
  • #poupar na luz,
  • #reduzir contas de eletricidade
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)