Seguros

5 coisas que deve analisar antes de contratar um seguro de saúde

Adriana Cabrita Adriana Cabrita , 27 Dezembro 2018
A apólice do seguro de vida, tal como acontece em outros tantos contratos, também ela deve ser analisada ao pormenor, de modo a evitar futuros dissabores à pessoa segurada. Fique a conhecer neste artigo as 5 coisas que deve analisar antes de contratar um seguro de saúde.  Cada vez mais são os portugueses, quer por opção própria quer devido aos serviços de saúde públicos disponíveis, que optam por contratar um seguro de saúde. No entanto, existem várias questões que devem ser analisadas antes de contratar um seguro de saúde. Tais como:  

1. Avaliar as coberturas 

A maioria dos seguros oferecem planos com pacotes predefinidos de capitais e coberturas. As coberturas hospitalização, de ambulatório e de parto são, normalmente, as mais importantes e que estão incluídas na maioria das ofertas. No entanto, as seguradoras dispõem de outros planos que podem interessar ao segurado, tendo em atenção ao seu historial pessoal ou até mesmo familiar, tais como: estomatologia, próteses, medicamentos e subsídio diário em caso de internamento. À parte das coberturas básicas, e dependendo do caso, pode ser necessário adicionar coberturas complementares, variando o valor total a pagar pelo seguro de saúde, dependendo assim da disponibilidade financeira e da necessidades do segurado A avaliação das coberturas também resulta ao contrário, isto é, se for necessário fazer cortes nas mesma. Verifique todas aquelas coberturas que já não são necessárias, para conseguir um plano com uma melhor relação qualidade/preço.  Seja para retirar ou adicionar coberturas, analise sempre com muita atenção o seguro de saúde que a seguradora lhe está a oferecer, pois este pode não ser aquele que melhor se adapta às suas necessidades.

2. Períodos de carência 

É transversal a (quase) todos os seguros de saúde terem presentes na sua apólice uma alínea que se refere ao período de carência. No entanto, este período não é uniforme entre seguros, sendo que, mesmo dentro do mesmo seguro podem existir diferentes períodos de carência para cada tipo da cobertura.  Por exemplo, na maioria dos casos, um seguro de saúde com cobertura de parto terá um período de carência mínimo de 9 meses. Por isso, tenha sempre em atenção à duração o período de carência do  seguro de saúde que quer contratar, evitando assim futuras surpresas.Leia ainda: Período de carência nos seguros de saúde: O que é, para que serve e como funciona 

3. Tenha atenção às exclusões 

Este é um fator muito importante que deve analisar na apólice do seguro. Isto porque, ao fazer um seguro de saúde, é-lhe feito um questionário clínico que tem como finalidade perceber o estado da sua saúde, o seu histórico clínico, bem como as doenças que é propenso a ter. Dependendo das suas respostas a esse questionário, a seguradora poderá vir a aplicar algumas exclusões particulares, isto é, a o seu plano de saúde poderá deixar de cobrir certos tratamentos. Para além das exclusões particulares, também deverá ter em atenção as exclusões gerais. Estas condições são automaticamente excluídas do seu seguro de saúde, independentemente do seu questionário clínico. Isto é, de acordo com informação do Portal do Consumidor, da Autoridade de Supervisão dos Seguros e Fundos de Pensões, os seguros de saúde, por regra, não cobrem: doenças do foro psicológico, check-ups, tratamentos de emagrecimento, acidentes ou doenças resultantes da prática desportiva, tratamentos de fertilização, entre outros.  Previna-se através de uma análise pormenorizada das exclusões do seguro de saúde que pretende contratar. Esta verificação pode poupar-lhe muitas dores de cabeça no futuro.Leia ainda: Como poupar no Seguro de Saúde ao longo da vida

4. Rever o questionário clínico 

Muitas vezes, os questionários clínicos são preenchidos por outrem via telefone. E, na maior parte dos casos, o futuro segurador assina sem rever as suas respostas, podendo assim ser surpreendido numa fase posterior à assinatura do contrato. Para evitar problemas venturos, aconselhamos a que antes de assinar qualquer apólice de seguro leia o seu questionário clínico, para que possa assim confirmar, uma a uma, todas as suas respostas.Questionário clínico

5. Procure um especialista na área 

Se recorrer a um especialista, que não esteja associado a uma companhia de seguros, poderá poupar muito tempo e dinheiro do seu orçamento familiar. Se quiser ter um plano de saúde que se adapta a si e à sua carteira, pode contar com a ajuda do Doutor Finanças. Este serviço, que não tem qualquer custo associado, garante que conseguirá encontrar a melhor solução para as suas necessidades.Leia ainda: Aproveite o final do ano para reequacionar os seus seguros
Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #apólice seguro de saúde,
  • #cobertura,
  • #período de carência,
  • #Seguro de Saúde

Deixar uma resposta

4 comentários em “5 coisas que deve analisar antes de contratar um seguro de saúde

  1. Pingback: Seguros de saúde para bebés - Doutor Finanças - Cuidamos da sua saúde financeira
  2. Pingback: Cartões de saúde: o que são e como utilizar? - Doutor Finanças - Poupança. Eliminação de Dívidas.