A sua família certamente necessita de um Seguro de Saúde para poder cuidar da sua vida. Conheça no nosso guia algumas dicas para saber como poupar no seu seguro de saúde e da sua família ao longo da vida.

A Família, Saúde e Dinheiro são provavelmente as três coisas mais importantes na vida de todos nós. Contudo, a saúde pode ser o bem mais importante de um indivíduo pois tendo saúde consegue trabalhar, ter dinheiro e gerir a vida financeira.

Para termos saúde há que ter acesso a cuidados de saúde, providenciados pelo Sistema Nacional de Saúde.

Com o Sistema Nacional de Saúde, os portugueses têm acesso a cuidados de saúdes públicos e universais. Contudo, os tempos de atendimento e de intervenção do SNS são longos. Para ter atendimento de saúde mais rápido, cada vez mais, as famílias precisam de ter uma proteção extra – um seguro de saúde.

Para ter um seguro de saúde, os portugueses têm diversas opções possíveis. A escolha do seu seguro de saúde deve contemplar 3 fatores básicos: a sua idade, as idades dos elementos do seu agregado familiar e as coberturas que provavelmente irá necessitar.

seguro de saude

A sua escolha do seguro de saúde deve ser feita tendo em atenção a fase de vida em que se encontra

Fase 1: Jovem sem dependentes

Em início de vida adulta, há que escolher um plano de saúde individual e ajustar as proteções necessárias. Para quem não tem graves problemas de saúde, uma cobertura básica é suficiente para poder usufruir de consultas e exames de rotina a um preço acessível, por uma mensalidade baixa.

Fase 2: Casado sem dependentes

Quando se contrai matrimónio, o primeiro passo é incluir o conjugue na mesma apólice e também assegurar a cobertura de parto. Escolha um seguro que tenha esta cobertura e veja qual o período de carência. Ou seja, se tiver um seguro com cobertura de parto com um período de carência de 13 meses, se durante esse período houver um parto, o seguro não cobre as despesas associadas.

Desta forma, terá de ver quando é a melhor forma de iniciar o seu seguro e programar a sua vida familiar de acordo com estes prazos.

Fase 3: Casado com dependentes

O agregado familiar aumentou e com os filhos vêm mais despesas. No início, cada bebé irá necessitar de muitas despesas de saúde, como consultas de pediatria, vacinação, estomatologia, entre outros. É nesta altura que o seu seguro deve ser reforçado com serviços e limites adequados. Será uma fase em que terá uma prestação mensal superior, mas poderá poupar nos serviços de saúde que irá ter de utilizar. Quando as crianças chegam aos 10 anos, com a diminuição da necessidade de tantas intervenções de saúde, poderá rever as coberturas e o respetivo prémio mensal a pagar.

Fase 4: a partir dos 50 anos

Com o avançar da idade, os seguros de saúde ficam mais caros. A sua prestação mensal irá certamente subir pelo que é importante ter poupado ao longo dos anos para manter o seu estilo de vida. É também uma boa altura para ver as coberturas do seu seguro de saúde e retirar serviços dos quais não utiliza ou adquirir cartões de descontos por especialidade que possa necessitar, uma vez que serão sempre uma solução mais barata, conferindo-lhe as coberturas que necessita.