Tendemos a olhar para o nosso historial de crédito apenas quando queremos pedir um crédito a um banco e não percebemos a importância de criar uma boa relação com o nosso banco, mas essa pode não ser a melhor opção.

Pedro Pais é o fundador do financaspessoais.pt e do forumfinancas.pt. O Pedro é um dos maiores promotores de literacia financeira em Portugal contribuindo com centenas de artigos, ferramentas e simuladores que ajudam as pessoas a poupar, a investir ou a decifrar os mistérios da fiscalidade.

A importância das relações de confiança

As relações financeiras são baseadas na confiança. Com alguma probabilidade irá querer emprestar dinheiro apenas às pessoas que lhe são próximas e em quem confia (mesmo assim… muita cautela). Com os bancos acontece o mesmo.

Os bancos privilegiam as relações de confiança. Não é por acaso que costumam aprovar mais rapidamente os processos de crédito a clientes actuais. A razão é simples: já conhecem o seu perfil pelo que não é um desconhecido.

Cuidado com os “excessos”

Se quiser causar boa impressão no seu banco, sugerimos que tenha algumas cautelas:

  • Fuja das comissões por atraso de pagamento;
  • Cuidado com os pagamentos de serviços que vêm devolvidos por falta de provisão;
  • Cuidado com os levantamentos de dinheiro nos casinos;
  • Procure não utilizar o descoberto da conta ordenado com demasiada frequência;
  • Não passe a ideia de consumismo, o que é visível no tipo de gastos que faz todos os meses.
  • Cultive uma relação de confiança com o gestor de conta

Mesmo no momento em que assistimos a grandes reestruturações no sector financeiro é importante ter um interlocutor de confiança do outro lado. Uma pessoa que o conhece e com quem já está habituado a lidar.

Negoceie

Com alguém que já nos conhece e com a qual estabelecemos uma relação de confiança, negociar torna-se mais fácil. Se já tem uma boa relação com o seu banco e com o seu gestor de conta, por que não aproveitar para negociar os seus créditos ? Ou negociar os seus seguros? Em última análise, pode sempre mudar para um crédito mais barato ou transferir o seu seguro de vida para uma companhia de seguros mais vantajosa. Mas tem sempre espaço para poupar dinheiro com a negociação.

Um bom historial de crédito é na nossa opinião um factor importante para poupar dinheiro nos créditos e despesas relacionadas. O que lhe parece?

Por falar em créditos, já conhece o nosso mapa de controlo de créditos?