Carreira e Negócios

SROI: O que é o retorno social do investimento

Se gostaria de investir em projetos com impacto social então interessa-lhe conhecer melhor o SROI. Saiba o que mede este indicador.

Carreira e Negócios

SROI: O que é o retorno social do investimento

Se gostaria de investir em projetos com impacto social então interessa-lhe conhecer melhor o SROI. Saiba o que mede este indicador.

A sigla é inglesa e significa Social Return on Investment (SROI), que em português pode ser traduzido por retorno social do investimento. Retorno social? Sim, porque a dimensão social dos investimentos também conta. Através do SROI há uma forma de medir esta componente e é cada vez mais relevante para os empreendedores e investidores em projetos de impacto social. Pode ser vista como uma ferramenta de gestão e diferenciação que pode ser implementada em qualquer tipo de organização.

Como se calcula o SROI?

De uma forma simples o SROI é uma fração que compara o valor gerado por uma intervenção (benefícios) com a despesa necessária (investimento) para obtê-la. Ou seja, compara o valor gerado com o valor do investimento. O resultado desta divisão indica o valor social gerado por cada euro de investimento.

Para que serve o SROI?

O SROI destina-se a avaliar o desempenho social das organizações. Este indicador permite captar a componente não financeira de um investimento através do indicador financeiro ROI (return on investment ou retorno do investimento). O ROI avalia o lucro obtido em função do investimento feito, mas é um indicador exclusivamente financeiro. Por isso, o SROI é um importante complemento na avaliação global dos investimentos.

Leia ainda: Investimento sustentável: investir e ajudar o planeta

Quem deve medir o SROI?

Qualquer empresa ou organização. Pela sua natureza este indicador é mais frequentemente utilizado para projetos sociais ou por organizações do Terceiro Setor. Mas cada vez mais os investimentos apresentam uma componente social e os projetos e investimentos de impacto social precisam de um indicador destes para conseguir medir e avaliar o respetivo impacto. O cálculo deste indicador tem vantagens para as empresas e para as organizações independentemente do seu setor de atividade.

Na verdade o SROI funciona como um sistema de monitorização do desempenho. Como consequência desse acompanhamento, espera-se melhorar de forma transversal a gestão dos projetos da empresa ou organização.

Mais-valias para organizações sociais

Para organizações como associações ou cooperativas mais relacionadas com a área social, o SROI é mais do que um indicador, é uma ferramenta de gestão. Permite ter um controlo das previsões, melhorar o desempenho, ajustar melhor os custos. Além disso, pode ser um importante fator para ajudar a captar investimento porque consegue demonstrar todo o impacto do projeto: financeiro e social.

Benefícios para empresas e administração pública

Já para outras organizações como a administração pública e empresas o indicador SROI também é muito importante. Hoje as empresas já conhecem bem a importância de gerar valor social, além do económico-financeiro e como esse resultado social é um relevante fator competitivo. Nestes casos o SROI pode ser considerado uma ferramenta de avaliação e seleção. Através dela é mais fácil selecionar projetos com maior potencial de impacto.

Quem valida o SROI?

Tal como acontece com os resultados financeiros também o "resultado social" deve ser elaborado ou, pelo menos, validado por organizações independentes e especializadas em avaliar o retorno social de um investimento. Uma dessas organizações é a SROI Network.

A validação do resultado social dá mais credibilidade a este indicador, a monitorização dos resultados decorrentes de uma análise SROI é uma vantagem competitiva que a empresa ou organização demonstram para com as suas partes interessadas, incluindo clientes, colaboradores e concorrentes.

Como fazer uma análise SROI?

A abordagem SROI é mais do que o cálculo simples de um indicador. Isto porque para obter os valores que o permitem calcular é preciso uma análise mais complexa. Na verdade trata-se de identificar, medir e reportar o valor social, ambiental e económico gerado pela intervenção de uma organização. É uma verdadeira análise custo-benefício do valor social gerado, comparando os benefícios sociais com o dinheiro que foi gasto para o obter. Por isso, para chegar ao resultado final é preciso percorrer algumas etapas.

Segundo a 4Change, uma consultora especializada na avaliação do retorno social, há cinco etapas a cumprir para fazer uma análise SROI.

1. Mapear o projeto de intervenção

Em primeiro lugar há que definir os parâmetros de análise, quem são as partes interessadas (stakeholders) e qual será o seu respetivo envolvimento. Após essa identificação, já podem estabelecer-se os resultados relevantes. Por fim definem-se os parâmetros de modo geral. Estes aspetos incluem a definição do âmbito da análise, recursos necessários e cronograma.

2. Identificar recursos e atividades

Nesta fase efetua-se uma análise mais fina dos recursos a utilizar como recursos humanos, instalações, equipamento, disponibilidades financeiras para o projeto e tempo necessário para o mesmo.

3. Demonstrar valor

Esta é a etapa em que se constroem os indicadores para medirem as "mudanças sociais" em termos quantitativos. O sucesso desta tarefa depende muito do conhecimento da importância/ valor que essa mudança tem para as partes interessadas. Para muitas mudanças, o seu valor monetário é facilmente observável, mas a maioria tem um valor mais subjetivo, No entanto, é necessário atribuir um valor monetário a todos os indicadores mesmo para aspetos como tempo de lazer, a autoestima ou a qualidade do ar. Para o efeito há metodologias específicas de cálculo ou utilizam-se aproximações financeiras.

4. Calcule o valor do impacto

Segue-se o apuramento dos benefícios gerados. Aos resultados da intervenção soma-se o valor monetário atribuído. Ao mesmo tempo descontam-se elementos como a proporção do resultado que teria acontecido independentemente da atividade se ter realizado, a proporção do resultado atribuível a terceiros que não a empresa ou organização e as potenciais externalidades negativas inesperadas. Depois aplica-se a metodologia financeira do Valor Atual Líquido. O VAL mostra o valor presente de pagamentos futuros, descontados a uma determinada taxa de juro, subtraindo-lhe o investimento inicial. Se esse valor for superior a 0, então o projeto tem impacto social.

5. Calcular o SROI

Finalmente, estamos em condições de apurar o SROI através da divisão do valor atualizado líquido dos benefícios pelo valor atualizado líquido do investimento.

Informar e compartilhar os resultados

A análise SROI não termina com o cálculo do SROI, mas com a partilha dos resultados. Esta etapa é muito importante para envolver e comprometer todas as partes envolvidas. Se gostava de investir dinheiro em projetos que tenham uma componente social, então deve estar atento ao SROI.

Leia ainda: Crowdfunding: uma oportunidade de investimento?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.