Contas bancárias

Quando devo mudar de banco? Antes de decidir, pese prós e contras

Está insatisfeito com os serviços prestados pelo seu banco e tem receio de mudar? Há aspetos a considerar antes de decidir.

Contas bancárias

Quando devo mudar de banco? Antes de decidir, pese prós e contras

Está insatisfeito com os serviços prestados pelo seu banco e tem receio de mudar? Há aspetos a considerar antes de decidir.

Hoje em dia, ter uma conta bancária é incontornável. É essencial pelas mais diversas razões: desde permitir receber o salário, até aceder e pagar o crédito habitação ou, simplesmente, fazer transferências. Muitas vezes, a primeira conta bancária é aberta pelos pais quando se é criança ou adolescente, ou quando se ingressa na universidade. No entanto, ao longo do tempo, as necessidades alteram-se e torna-se cada vez mais importante saber qual o banco que oferece melhores condições.

Embora exista a tendência de manter a conta num mesmo banco por muitos anos, caso sinta alguma insatisfação, pondere procurar e mudar para um outro que responda de forma mais adequada às suas exigências.

Assim, antes de tomar essa decisão pondere alguns fatores que podem fazer a diferença.

Comissões elevadas pelos serviços fornecidos

Atualmente, a grande maioria dos bancos cobra comissões de manutenção de conta. Habitualmente, para conseguir baixar o valor destas comissões, o banco exige que certas condições sejam cumpridas. Por exemplo, a domiciliação do ordenado, valor mínimo de compras efetuadas com cartão de crédito ou débito por mês, subscrição de certos produtos financeiros, entre outros critérios de bonificação.

No entanto, muitas vezes isto não chega para reduzir significativamente o preço das comissões. Tendo em conta que alguns bancos vão cobrar comissões mais elevadas este ano, é importante saber o que pode fazer para minimizar estas despesas.

Se tira partido dos vários serviços que o banco disponibiliza, como transferências, investimentos em fundos ou ações, seguros de assistência, entre outros, deve comparar as propostas de adesão de cada banco. Tenha em atenção os serviços incluídos, critérios de bonificação e as isenções a que tem direito (dependendo do plano escolhido).

Já se apenas utiliza os serviços básicos, então pode recorrer a outras alternativas. Atualmente, existem bancos que ainda não cobram quaisquer comissões de manutenção de conta. No entanto, podem cobrar outras comissões, como as de disponibilização de cartão de débito/crédito que tem de pagar anualmente.

Leia ainda: Mudar de banco: Quem faz o quê para assegurar os pagamentos mensais

Melhores depósitos a prazo

Outra razão para mudar de banco prende-se com a oferta de produtos competitivos. Ainda que as taxas de juro dos depósitos a prazo sejam baixas em quase todo o mercado, alguns bancos podem oferecer melhores condições, caso abra uma conta como novo cliente.

Por isso, não deixe de procurar melhores opções no mercado, por receio de ser penalizado pelo seu banco. No entanto, ao abrir uma conta bancária noutro banco, tenha sempre presente outros fatores que podem influenciar a sua decisão. Por exemplo, dependendo do montante que vai colocar nas aplicações a prazo, pode não compensar se as comissões de manutenção forem demasiado elevadas.

Da mesma forma, não se esqueça que, geralmente, tem de pagar pela disponibilização do cartão de débito/crédito ao abrir a sua conta bancária. Tudo isto tem custos. Ainda que estas despesas constem no sites dos bancos, podem não estar nos documentos e passam despercebidas. Se for necessário, tire todas as dúvidas sobre os custos envolvidos ao balcão do banco.

Leia ainda: Perdeu o cartão multibanco? Saiba o que deve fazer

Sem balcão perto da sua residência

Um dos fatores que pode influenciar a mudança de banco é a rede de balcões de atendimento disponíveis. Se tiver de percorrer alguns quilómetros para tratar de um assunto com o seu banco, pode não valer a pena continuar a ter essa conta.

Ainda que o banco possa dispor de um bom serviço ao cliente por telefone ou online, pode considerar ser mais célere resolver determinados assuntos pessoalmente. Se dá preferência a interações diretas com o banco, então deve procurar uma instituição que aposte em atendimento físicos.

Se não vai diretamente à sua agência e prefere os canais de comunicação online ou por telefone, não deixe de verificar se a instituição bancária dispõe de serviços céleres e eficazes para atender às suas necessidades.

Leia ainda: Encerrar uma conta bancária, pode ser feito por si ou pelo banco

Contrato-de-Trabalho__compromisso_aval

Mau atendimento ao cliente

Também a qualidade do atendimento deve ir de encontro às suas expectativas e desejos. Se não estiver satisfeito com o seu banco, no que diz respeito ao suporte que oferece, então esta pode ser uma razão para mudar.

No entanto, pode ser difícil perceber quais os bancos que oferecem um melhor atendimento. Para facilitar a sua decisão, pode investigar o índice de satisfação dos clientes, por exemplo, no Portal da Queixa e acompanhar a forma como os bancos resolveram as reclamações e o tempo que precisaram para fazê-lo.

Pode ainda recorrer a amigos para perceber quais as entidades bancárias que estes utilizam e o seu grau de satisfação. Situações adversas são tão importantes como boas opiniões. Por isso, quanto mais informação tiver ao seu dispor, mais fácil e acertada será a sua decisão.

Leia ainda: Bancos: Quanto anda a pagar em comissões sem saber?

Já tem contas bancárias noutros bancos

No passado, de forma a usufruir da variedade de produtos financeiros e diferentes taxas de juros, era comum manter mais do que uma conta bancária em entidades diferentes. Algumas quase nem tinham movimentos.

No entanto, devido ao aumento das comissões bancárias, atualmente pode ser bastante dispendioso ter o seu dinheiro separado. Por essa razão, pondere concentrar o seu património numa só conta e assim evitar elevados custos com comissões.

Leia ainda: Abrir conta no banco: conheça os documentos necessários

Tem intenção de abrir uma conta conjunta

Quando passa a viver com o(a) seu companheiro(a), geralmente existe a necessidade de criar uma conta única com dois titulares para gerir as despesas mensais. Nem todos os casais o fazem, mas existem diversas vantagens em faze-lo, especialmente se ambos pagarem comissões.

De forma a facilitar esta gestão e para evitar dirigir-se a vários bancos para mudar algo simples, como por exemplo a sua residência, pode fazer sentido mudar de banco. Além disso, pode até juntar o dinheiro de ambos, pagando só a comissão de uma conta. Assim, consegue poupar tempo e dinheiro.

Leia ainda: Contas bancárias: Conheça os diferentes tipos de conta

Precisa de um empréstimo e tem melhores propostas noutros bancos

Por fim, outra razão que pode levá-lo a ponderar se o seu banco o satisfaz, prende-se com pedir um empréstimo. Muitas vezes, outros bancos oferecem melhores condições de crédito. Nessas situações, há quem prefira continuar no mesmo banco, custando-lhe milhares de euros ao longo prazo.

Ser cliente há muitos anos pode não lhe dar um benefício maior, face a um novo cliente. Por isso, procure propostas que favoreçam a sua carteira, mas se ainda assim não estiver satisfeito com as suas condições de crédito, pode sempre transferi-lo para outra instituição.

Geralmente, esta transferência de crédito acarreta custos. Compare as TAEG de cada proposta, montante imputado ao consumidor (MTIC), a necessidade de adquirir outros produtos, entre outras situações. Se compensar, não tenha receio de mudar. Se tiver dúvidas quanto à transferência do seu crédito, informe-se junto do seu banco ou fale com um especialista.

Leia ainda: Saiba como obter financiamento fácil, rápido e sem custos

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.