Recorrendo a alguns sites de reservas é possível obter poupanças significativas na reserva de hotéis. Contudo, é possível poupar ainda mais. Neste artigo, explicamos-lhe como.

Pedro Pais é o fundador do financaspessoais.pt e do forumfinancas.pt. O Pedro é um dos maiores promotores de literacia financeira em Portugal contribuindo com centenas de artigos, ferramentas e simuladores que ajudam as pessoas a poupar, a investir ou a decifrar os mistérios da fiscalidade.

É do conhecimento geral que hoje em dia é possível poupar dinheiro na reserva de hotéis recorrendo a sites de reservas, tais como Booking ou Destinia, entre outros, ao invés de recorrer às vias mais tradicionais. Ainda assim, é possível levar essa poupança mais longe, através de duas dicas que divulgamos neste artigo, que se usadas em conjunto irão de forma segura traduzir-se em mais dinheiro no seu bolso.

2 dicas para poupar muito dinheiro em hotéis

1. Consultar agregadores de sites de reservas de hotéis

Os agregadores de sites de reservas, entre os quais se contam o Trivago e o Momondo, permitem-lhe encontrar preços de hotéis numa imensidão de sites de reservas, pesquisando nos mais conhecidos mas também noutros menos habituais. Isto quer dizer que a probabilidade de encontrar um preço mais baixo é muito grande.

A título de exemplo, usando um destes agregadores para uma estadia de 7 dias num hotel específico no Algarve conseguimos encontrar preços 30% mais baratos do que num dos sites de reservas mais conhecido. 30%!

Ao utilizar estes agregadores vai contudo deparar-se com o facto de lhe serem apresentados diversos sites de reservas de que nunca ouviu falar, o que lhe pode e deve provocar alguma desconfiança, o que nos leva à 2ª dica.

2. Negociar o preço directamente com o hotel

Após encontrar um preço competitivo, recorrendo à nossa 1ª dica, o passo seguinte é negociar directamente com o hotel onde pretende ficar alojado, o que habitualmente lhe garantirá um desconto adicional de 5% a 10%. Não se assuste, não precisa de ser um especialista em negociação, porque é um processo muito simples e funciona (já testámos a título pessoal), permitindo-lhe poupar dinheiro e obter segurança adicional, uma vez que a reserva fica garantida junto da entidade onde pretende ficar alojado.

Isto é possível porque se efectuasse a sua reserva através de um site de reservas o hotel teria de pagar uma comissão a este intermediário, pelo que ao oferecer o desconto ao cliente final acaba por poupar dinheiro; é bom para si e para o hotel. Aliás, grande parte dos hotéis menciona nos seus próprios sites a existência de uma garantia de melhor preço, nem sempre de forma evidente.

Ok, e como é que isto funciona, em termos práticos?

  1. Recorrendo à dica 1, identificar o site de reservas que lhe oferece o preço mais barato para o que pretende.
  2. Sem concretizar a reserva avançar no processo até lhe ser apresentado o preço final e condições da reserva.
  3. Obter uma cópia dos dados apresentados no passo anterior (screenshot, impressão, etc).
  4. Contactar directamente o hotel, preferencialmente por telefone, pedir para falar com o departamento de reservas, e dizer algo do género: “Boa tarde, estou a ligar porque gostava de ficar alojado no vosso hotel entre as datas Y e Z. Ao consultar o site de reservas X encontrei um preço de W e gostava de saber o que é necessário para obter um preço mais competitivo efectuando a reserva directamente convosco”. Na generalidade dos casos o hotel está aberto à concessão de um desconto, pedindo-lhe que envie informação comprovativa do preço e condições encontrados (passo 3).
  5. Após a confirmação da informação requisitada, o hotel irá habitualmente dizer-lhe como deve proceder para garantir a sua reserva a um novo preço, com desconto de 5% a 10% do melhor preço anteriormente encontrado.

No improvável caso de não lhe concederem o desconto, o que deve ser raro, tente perceber se existem alguns indícios sobre se o hotel costuma trabalhar com o site de reservas que encontrou através do agregador, para ter a certeza que o mesmo é de confiança, caso não seja um dos mais conhecidos.

Resumo da poupança

Estimamos que utilizando as dicas que apresentamos pode obter uma poupança acumulada entre 15% a 35%, ou para um alojamento de € 1.500 algo como € 225 a € 525. Não lhe podemos assegurar que conseguirá sempre obter este tipo de descontos, mas tentar é uma questão de investir algum tempo, com um potencial de retorno muito elevado.

Já agora! Se está a pensar na reserva de hotel para as suas férias aproveite e conheças as dicas do Doutor Finanças para planear umas férias low-cost.