Carreira e Negócios

Está na hora de decidir? Estes são os cursos com maior empregabilidade

Já são sabidos os cursos com maior empregabilidade em 2021. Saiba neste artigo os cursos no topo e como se candidatar ao Ensino Superior.

Carreira e Negócios

Está na hora de decidir? Estes são os cursos com maior empregabilidade

Já são sabidos os cursos com maior empregabilidade em 2021. Saiba neste artigo os cursos no topo e como se candidatar ao Ensino Superior.

Se está a pensar candidatar-se ao Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior em 2022/2023, mas está em dúvida no curso, fique a conhecer os cursos que tiveram maior empregabilidade em 2021.

Neste artigo, enumeramos os 20 cursos com a menor taxa de desemprego no ano que passou e ainda como funciona o Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, para que saiba como se candidatar este ano. 

Cursos com menor taxa de desemprego

1. Enfermagem 

De acordo com o InfoCursos 2021 (Dados e Estatísticas de Cursos Superiores), o curso de Enfermagem está no topo dos cursos com maior empregabilidade em 2021, sendo que as taxas de desemprego rondam os 0% nas várias instituições. Assim, isto significa que Enfermagem destrona em 2021, o curso de Ciências Biomédicas Laboratoriais que estava no topo em 2020.  

Então, enumeramos as Escolas Superiores de Saúde com o curso de Enfermagem com as menores taxas de desemprego

  • De Santarém (com 318 alunos diplomados); 
  • Do Instituto Politécnico de Portalegre (com 220 alunos diplomados); 
  • Do Instituto Politécnico de Beja (com 156 alunos diplomados); 
  • Da Universidade Católica Portuguesa – Porto (com 123 alunos diplomados); 
  • Da Universidade do Algarve (com 122 alunos diplomados); 
  • Cruz Vermelha Portuguesa – Lisboa (com 121 alunos diplomados); 
  • Cruz Vermelha Portuguesa (com 119 alunos diplomados); 
  • Egas Moniz (com 98 alunos diplomados); 
  • S. Francisco das Misericórdias (com 95 alunos diplomados); 
  • Atlântica (com 80 alunos diplomados). 

2. Engenharia informática 

Logo depois, o curso com maior empregabilidade no ano de 2021 foi Engenharia Informática, que passa agora também para o topo. Sendo que em 2020, a taxa de desemprego neste curso era superior, com o curso num patamar mais abaixo na lista de empregabilidade. 

Assim, foi nas três seguintes Escolas Superiores que o nível de desemprego em Engenharia Informática se manteve nos mínimos

  • Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa (com 322 alunos diplomados); 
  • Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (com 31 alunos diplomados): 
  • Escola Superior de Ciência e Tecnologia do Instituto Superior Politécnico Gaya (com 30 alunos diplomados). 

3. Gestão 

Posteriormente, o curso de Gestão, que nem se encontrava na lista dos cursos com maior empregabilidade em 2020, passa agora para o top três de cursos com a menor taxa de desemprego em 2021, nestas instituições:

  • Escola Superior de Gestão (com 52 alunos diplomados); 
  • Instituto Superior de Estudos Interculturais e Transdisciplinares de Almada (com 34 alunos diplomados). 

4. Arquitetura 

Também Arquitetura empregou bastantes alunos em 2021, pois era outro curso que não constava na lista de 2020 de cursos com maior empregabilidade. Passa agora para 4.º lugar, nas seguintes Universidades

  • Universidade Lusíada do Norte – Vila Nova de Famalicão (com 92 alunos diplomados) 
  • Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa (com 192 alunos diplomados) 

5. Medicina 

Logo depois, Medicina foi outro dos cursos que subiu no ranking do ano passado, sendo que a taxa de desemprego equivalia a 0,2%, no 7.º lugar. Dessa forma, está em 5.º lugar e é um curso que dá emprego a mais diplomados do que em 2020. Com 742 alunos diplomados, esta pontuação advém do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto. 

6. Fisiologia Clínica 

Em seguida, vem o curso de Fisiologia Clínica, que também subiu na lista de 2020 para a de 2021. Agora, fica em 6.º lugar com 124 diplomados na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. 

7. Psicologia 

Já em 7.º lugar, temos no ranking dos cursos com maior empregabilidade em 2021 o curso superior de Psicologia. Então, com 100 alunos diplomados, a Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica sobe na lista. 

8. Educação Básica 

Por fim, na lista dos oito cursos com menor taxa de desemprego em 2021, está em 8.º lugar o curso de Educação Básica. Do mesmo modo, é um curso que estava em 17.º lugar na lista de cursos com a menor taxa de desemprego do ano passado. Por isso, passa para cima na lista deste ano, no Instituto Superior de Lisboa e Vale do Tejo, com 96 alunos diplomados. 

ambiente de universidade com um grupo vasto de jovens a falar e a conviver

Outros cursos

Além disso, outros cursos com taxas de desemprego perto dos 0% e que tiveram a maior empregabilidade no ano de 2021, são: 

  • Música, variante de Composição, Direção e Formação Musical na Escola Superior de Música do Instituto Politécnico de Lisboa com 67 alunos diplomados; 
  • Engenharia Geológica e de Minas no Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa com 64 alunos diplomados; 
  • Farmácia na Escola Superior de Saúde da Universidade do Algarve com 50 alunos diplomados; 
  • Matemática na Universidade de Aveiro com 55 diplomados; 
  • Engenharia Naval e Oceânica no Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa com 53 diplomados; 
  • Ortóptica na Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto com 52 alunos diplomados; 
  • Estudos Portugueses na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa com 46 alunos diplomados; 
  • Ciências Aeronáuticas no Instituto Superior de Educação e Ciências com 42 diplomados; 
  • Terapia da Fala na Escola Superior de Saúde do Alcoitão com 38 alunos diplomados; 
  • Dança na Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa com 35 alunos diplomados; 
  • Engenharia de Proteção Civil no Instituto Superior de Educação e Ciências com 30 alunos diplomados; 
  • Química na Universidade de Aveiro com 30 alunos diplomados. 

Leia ainda: O que deve saber antes de se candidatar ao Ensino Superior?

Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior 2022/2023 

As candidaturas para o Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior de 2022/2023, organizado pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) desenvolvem-se em 3 fases.

Mas as vagas em cada curso de cada Escola Superior são distribuídas por um contingente geral e por contingentes especiais. Ou seja, os especiais englobam candidatos vindos das regiões autónomas da Madeira e dos Açores, emigrantes portugueses e familiares que com eles residam, portadores de deficiência física ou sensorial, militares que prestem serviço efetivo em regime de contrato e atletas de alta competição. 

Para que possa concorrer, é necessário ter o Ensino Secundário ou habilitação legalmente equivalente; realizar nos dois anos anteriores à candidatura os exames nacionais correspondentes às provas de ingresso necessárias; além disso, pode ser necessário realizar pré-requisitos no curso superior a que se vai candidatar e não pode estar abrangido pelo estatuto de estudante internacional regulado pelo Decreto-Lei n.º 36/2014, de 10 de março, alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º 62/2018, de 6 agosto

Posteriormente, as classificações são fixadas anualmente por cada instituição do Ensino Superior relativamente a cada um dos seus cursos. O aluno deve então obter, no mínimo, essa nota relativa à média: da prova de ingresso com a média final do Ensino Secundário, com pesos e percentagens diferentes para cada curso. 

Assim, este ano, os exames nacionais do Ensino Secundário, que contam como provas de ingresso para as candidaturas do acesso ao Ensino Superior, decorrem de 30 de junho a 26 de julho, incluindo 1.ª e 2.ª fase. Em seguida, os resultados da 1.ª fase são afixados a 11 de julho e da 2.ª fase a 29 de agosto. Após os primeiros resultados afixados, dá-se então início ao Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior de 2022/2023. 

Leia também: Quais são as alternativas ao ensino superior?

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior,
  • #cursos com maior empregabilidade 2021,
  • #empregabilidade,
  • #Ensino Secundário,
  • #Ensino Superior
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

2 comentários em “Está na hora de decidir? Estes são os cursos com maior empregabilidade
Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.