Tem produtos que já não utiliza? Pode reutilizá-los, dar-lhes uma nova vida e poupar dinheiro. Saiba que websites poderá vender e rentabilizar os seus artigos .

A economia familiar é, na grande maioria dos casos, uma equação de difícil resolução. Soma-se o ordenado, subtrai-se as contas da casa, a alimentação, a escola dos miúdos e multiplica-se a renda, e no final, o resultado nem sempre é o mais positivo.

De forma a equilibrar as contas, é essencial reter dois grandes conceitos: rentabilizar e reciclar.

Ou seja, rentabilizar recursos e reciclar objetos dando-lhes uma nova função, em vez de estar constantemente a comprar artigos novos.

Rentabilizar

O que queremos dizer com rentabilizar? Todos nós temos artigos em casa, que nunca utilizámos, ou que usámos uma ou duas vezes e que agora apenas estão nalgum armário a ocupar espaço. Um vestido que comprou para uma festa e nunca chegou a usar, uns sapatos que calçou apenas num casamento, ou mesmo um perfume que lhe foi oferecido e do qual não gosta. Quem diz peças de roupa, ou calçado, diz também equipamentos eletrónicos que já não utiliza.

É muito frequente as pessoas comprarem um telemóvel novo e manterem o antigo lá por casa, para uma “emergência”. Bem, essa emergência pode de facto acontecer, no entanto, se o telemóvel ainda valer algum dinheiro no mercado, provavelmente a melhor opção seria vender.

Isso mesmo: é possível rentabilizar os recursos que já possui e conseguir algum dinheiro extra da venda dos mesmos. Liberta espaço nos armários lá de casa e soma uns euros à sua conta.

Na internet há, atualmente, várias plataformas através da qual pode vender os seus artigos. Alguns exemplos são: OLX, Custo Justo, Facebook Marketplace, Instagram ou Micolet.

As três primeiras são muito similares: basta ter conta na plataforma, criar um anúncio, colocar fotografias e o preço, e já está.

No caso do Instagram, pode criar uma conta especificamente para vender os seus artigos (como algumas digital influencers estão a fazer) e, por último, na Micolet vende-se apenas vestuário, calçado e acessórios. Esta pode ser uma boa opção para quem tem muitas peças em óptimo estado (de preferência de marca), uma vez que é exigido, no mínimo o envio de 20 artigos de cada vez.

Note que já são muitas as personalidades públicas que colocam à venda coisas que já não precisam nas suas redes sociais. Siga o exemplo e coloque à venda todo o tipo de materiais que já não utiliza, ou que nunca chegou a usar: desde roupa, maquilhagem a até mesmo máquinas fotográficas.

Por isso, já sabe, rentabilize os seus bens enquanto estes têm algum valor.

Vender coisas usadas na internet

Reciclar

Reciclar é uma das grandes palavras do século. A reciclagem define-se como o processo que transforma materiais usados em novos produtos com o objetivo de serem reutilizados. Neste caso, não nos vamos focar na reciclagem de resíduos, mas sim de peças antigas que, com alguma imaginação, podem ser transformadas em artigos únicos e especiais.
Esta reutilização de materiais pode ter, pelo menos, três objetivos:

  • Decoração
  • Arrumação
  • Mobiliário

1. Decoração

Já pensou utilizar os frascos de vidro de compotas para fazer lamparinas? Transformar garrafas de vinho vazias em jarras para flores? E usar um pneu de uma bicicleta para construir um espelho? Há mil e uma maneiras de utilizar materiais que, de outra forma, iriam para o lixo e criar objetos únicos e diferentes de tudo o que existe nas lojas.

2. Arrumação

Algumas ideias passam por, por exemplo, utilizar rolos de papel higiênico para organizar cabos, pintar latas de conservas e criar uma solução para guardar pincéis de maquilhagem, ou mesmo transformar uma caixa de cartão de vinho numa original sapateira.

3. Mobiliário

Sim, também consegue transformar móveis antigos em incríveis peças de arte ou utilizar outros materiais para mobiliar a sua casa. Veja o exemplo das paletes: são super versáteis e com elas pode construir não só uma cama como um sofá ou uma mesa de centro. Basta tratar um pouco a madeira, passar um verniz e voilà.

Não faltam ideias na Internet. Uma simples busca no motor de busca dá-lhe rapidamente uma série de resultados e dicas de como reutilizar materiais e criar projetos exclusivos. Há imensos blogs sobre o assunto e até vídeos no Youtube com tutoriais.

Pode parecer complicado, mas com algum empenho é possível poupar um bocadinho o ambiente, ao mesmo tempo que constrói artigos hand made, únicos e à sua medida.

E o mais importante de reutilizar materiais é, acima de tudo, ser uma excelente dica para quem pretende aliviar um pouco a carteira.

Leia ainda: Alternativas de plástico que vão poupar o ambiente e a sua carteira