Finanças pessoais

10 formas de poupar sem mudar drasticamente a sua vida

Para poupar, não precisa de mudar drasticamente de vida. Neste artigo saiba como poupar de forma simples.

António Ramos António Ramos , 17 Julho 2019

Gostaria de descobrir formas de poupar dinheiro sem afectar o seu estilo de vida? Saiba neste artigo 10 hábitos que o podem ajudar.

Quer poupar sem mudar drasticamente a sua vida? É possível.

Para isso bastam pequenas alterações no seu dia-a-dia, de modo a chegar ao fim do mês com a carteira um pouco mais recheada. Porque por vezes é o conformismo e a resistência à mudança que nos levam a gastar dinheiro despropositadamente.

Mas quando estamos dispostos a controlar os nossos gastos, acabamos sempre por descobrir despesas desnecessárias. Por isso pode continuar a jantar fora, a fazer compras ou a viajar que mesmo assim consegue poupar dinheiro, sem grandes esforços e sem abdicar do que mais gosta. 

10 Formas de Poupar Dinheiro Que Não Afectem o Seu Estilo de Vida 

1 - Acompanhe e controle os seus gastos

A primeira coisa a fazer é saber quais são as despesas que já tem, porque se não tiver um controlo sobre o seus gastos é impossível tomar melhores decisões financeiras.

Por isso acompanhe regularmente as suas despesas diárias, semanais e mensais, para saber exactamente o que pode gastar, e onde deve gastá-lo.

Para facilitar essa tarefa utilize as nossas calculadoras e simuladores de poupança

Temos ferramentas como a Calculadora de Salário Líquido ou a Calculadora de Despesas que pode utilizar gratuitamente através do nosso site.

Contudo, a principal ferramenta para controlar as suas despesas é criando um orçamento familiar. É através desse orçamento que tem noção do que é essencial, e onde pode cortar. 

2 - Desfaça-se de despesas desnecessárias

Quanto dinheiro gasta em coisas que não utiliza? 

Por exemplo subscrições mensais que não aproveita tanto quanto pensou inicialmente, ou canais de televisão premium que não veja e não justifiquem o dinheiro que gasta neles.

Não faz sentido gastarmos, como muitas vezes gastamos, 20, 30 ou 40 euros em serviços que não utilizamos. Por isso, se não utiliza, cancele. Por vezes basta um clique num botão ou um simples telefonema para cancelar esses serviços e começar a poupar.

Quando souber exactamente que decisões financeiras já está a tomar, será mais fácil livrar-se de despesas desnecessárias. E essa é uma das primeiras coisas que pode fazer, principalmente porque o impacto na sua vida é mínimo.

Ler mais: Como gerir o Orçamento Familiar e ainda assim ter dinheiro para Investir

3 - Faça sempre a lista de compras

Fazer uma lista das compras essenciais para a casa pode ser uma das maiores ajudas para não gastar tanto dinheiro. A razão é porque nos supermercados os produtos estão dispostos de maneira a atraírem a sua atenção e a serem levados das prateleiras.

Mas ao levar uma lista de compras estará menos suscetível a comprar produtos que não precisa porque a lista será a sua guia.

Se se mantiver fiel à lista dos produtos que considerou essenciais comprar, não terá despesas desnecessárias e para além disso fará as compras muito mais rapidamente, porque saberá exactamente que produtos precisa de ir buscar. 

Ou seja, uma lista de compras não só lhe ajuda a gastar menos dinheiro como menos tempo no supermercado. Se funcionar melhor para si, pode também fazer uma lista invertida de compras, ou seja, aponte os produtos que já tem em casa, para não comprar produtos repetidos. 

4 - Controle o seu cartão de crédito

O seu cartão de crédito pode ser amigo ou inimigo da poupança

É importante aproveitar apenas o lado bom de ter um cartão de crédito para não se afundar em taxas de juro que lhe sugam o dinheiro todo. Consulte o seu extrato regularmente para saber os valores em dívida. Pode mesmo fazê-lo online.

Entretanto, saiba aqui como poupar dinheiro com o seu cartão de crédito para que possa ter uma vida equilibrada e proteger-se do stress emocional que as dívidas lhe podem causar. 

5 - Planeie as suas férias antecipadamente

Há quem corte por completo nas férias para poupar dinheiro e há quem gaste demais quando as marca em época-alta. 

Mas existe uma forma de ter o melhor dos dois mundos. Planeando-as com antecedência. 

Se tiver essa possibilidade aproveite-a, porque há sempre aquele período fora de época em que as reservas são mais baratas, e pode aproveitar as mesmas férias, a um preço muito mais acessível. Pode também recorrer a plataformas como a Airbnb para encontrar alojamento mais barato.

Ler mais: Como fazer um orçamento para as férias, sem recorrer a crédito

6 - Reveja e renegocei os contratos de telecomunicações

Por vezes acomodamo-nos com o nosso tarifário de telemóvel ou o plano de televisão e internet e não procuramos soluções melhores do que aquelas que os comerciais das telecomunicações nos apresentam.

No entanto, podem existir planos mais baratos e adequados para si. 

Informe-se das várias soluções existentes no mercado e caso encontre uma melhor, contacte o seu fornecedor e tentar renegociar os valores do contrato. Mesmo durante os períodos de fidelização, pode tentar fazê-lo. Talvez até tenha direito a descontos ou regalias das quais não tem conhecimento e que vão poupar-lhe dinheiro no final do mês.

Saiba também a data final dos contratos de telecomunicações. Assim, poderá renegociar os seus serviços para obter condições mais vantajosas para si, nomeadamente baixando o valor da fatura, ou descartando programas que não precisa.

7 - Faça as compras fora de época

Principalmente se gosta de comprar roupa. Uma das melhores formas de poupar dinheiro e continuar a comprar roupa nova é escolhendo fora de época. A razão é que o preço das peças que não foram vendidas durante a sua respectiva estação baixam assim que chegam as novas colecções.

Pode aproveitar essa queda de preços para comprar peças novas e de qualidade.

Ler mais: Black Friday: Como resistir às compras por impulso

8 - Compre em grandes quantidades, sempre que compensar

Há produtos que nunca nos podem faltar. É o exemplo do papel higiénico, sacos do lixo, gel duche, detergente para a loiça, pasta de dentes entre muitos outros. 

E uma das melhores formas de poupar é comprando-os em maior quantidade sempre que estiverem em promoção. 

Ainda que se gaste mais dinheiro no imediato, vai poupar a médio-prazo, no dia em que voltasse a precisar deles e já não estivessem em desconto. 

9 - Arranje em vez de substituir

Como hoje o acesso a produtos novos é tão rápido e fácil (mas nem sempre barato), reparar os que se estragam ou avariam é um velho e perdido hábito. 

Mas às vezes esse “incómodo” extra de tentar repará-los pode significar muitos euros a mais na sua carteira. Desde roupa, a carros ou aparelhos eléctricos, certifique-se primeiro se têm ou arranjo e se tiverem peça um orçamento de reparação. Quem sabe se não sai mais barato. 

10 - Experimente projectos DIY

A reciclagem de material já não é só separar o lixo e colocá-lo no ecoponto. 

É também reaproveitar materiais que de outra forma iriam para o lixo, e transformá-los, por exemplo, em peças de arte, decoração ou utilidade.

O melhor é que só tem a ganhar com esses projectos de “Faça Você Mesmo”, porque por um lado vai poupar dinheiro, por outro pode até ganhar dinheiro se conseguir vender alguns desses artigos. 

Pode consultar os imensos tutoriais na internet para ter ideias novas e criativas e aprender como fazer coisas incríveis restaurando e reaproveitando material. 

Ler mais: Como dar uma segunda vida a objectos que já não utiliza

Para concluir, sugerimos que comece aos poucos.

Como pode observar, nenhuma destas dicas implica uma mudança drástica no seu estilo de vida. 

Elas sugerem apenas que altere alguns hábitos e rotinas na forma como gasta o seu dinheiro, focando-se principalmente na redução do desperdício e não no corte repentino.

Ainda assim sabemos que algumas destas sugestões implicam um período de adaptação, como é o caso dos projectos DIY ou de reparar o que se estragou em vez de substituir. 

Mas o melhor mesmo é incutir estes novos hábitos aos poucos no seu dia-a-dia. Vai ver que a sua carteira agradece. 

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #poupar

Deixar uma resposta