Crédito Habitação

Renegociar o Crédito Habitação: Saiba o que pode ou não negociar

Descubra o que precisa saber antes de renegociar o crédito habitação. Saiba ainda o que pode ou não negociar com o seu banco e com a concorrência.

Natacha Figueiredo Natacha Figueiredo , 6 Novembro 2019

Renegociar o crédito habitação é uma oportunidade interessante para algumas famílias poderem ter melhores condições no crédito habitação que já fizeram anos atrás.

Independentemente do motivo, a verdade é que existe uma forte possibilidade de conseguir melhores condições ao renegociar o seu crédito. No entanto a renegociação do crédito habitação pode significar que terá que fazer uma nova escritura. Assim, antes deve saber que condições pode ou não negociar com o seu banco ou com uma entidade concorrente.

Neste artigo apresentamos o que precisa saber antes de renegociar o crédito habitação, o que pode ou não renegociar com as entidades bancárias, e ainda se a transferência do crédito habitação pode compensar.

Renegociar o crédito habitação: um resumo

Renegociar o crédito habitação nem sempre é uma tarefa fácil em nome individual, no entanto a sua renegociação é possível. Mas em primeiro lugar deve ter consciência que tudo fica mais fácil quando passa este trabalho para especialistas.

São muitos os especialistas que pode contratar para renegociar o seu crédito, mas a melhor opção passa por contratar quem não lhe vai cobrar imensas comissões e serviços.

Em segundo lugar é importante saber que por norma a concorrência consegue fazer melhores ofertas. Muitos créditos foram feitos durante o tempo da crise, e outros em alturas em que os produtos tinham custos mais elevados. No entanto as condições de acesso ao crédito habitação melhoraram, por isso a concorrência consegue melhorar bastante as condições de vários créditos.

Por último é necessário estar consciente que a renegociação do crédito habitação é muito mais do que conseguir baixar o tão famoso spread. Para além deste, existem outros custos inerentes ao seu crédito que também pesam no seu orçamento familiar. Para perceber melhor o que estamos aqui a falar pode ler o nosso artigo: Quando fizer o seu crédito habitação, não olhe só para o spread.

Crédito-Habitação_transferência_renegociação

O que pode renegociar no crédito habitação

Existem várias opções de renegociação quando pretende baixar os custos relativos ao crédito habitação. Fazem parte da possibilidade de renegociação as seguintes opções:

  • Spread: Quem tem spreads elevados deve sempre tentar renegociar o mesmo, pois atualmente um bom spread encontra-se no máximo entre 1% a 1,5%.
  • Prazo do empréstimo: Pode sempre conseguir poupar a longo prazo nos juros, diminuindo os anos do seu préstimo. Se tem uma prestação mensal elevada e pretende aumentar os anos do seu empréstimo também pode renegociar o prazo. No entanto irá pagar um valor mais elevado a longo prazo, devido ao aumento dos juros.
  • Seguro de Vida e Seguro Multi-riscos: Estes são seguros obrigatórios quando faz um crédito habitação. No entanto não é legalmente obrigado a aceitar o valor dos seguros apresentados pelo seu banco. Deve sempre procurar as melhores condições, pois estes também representam uma carga significativa das despesas que tem com o seu crédito.
  • Cartão de Crédito: É muito comum os bancos incentivarem a adesão a um cartão de crédito. As condições de utilização do mesmo variam de entidade para entidade, e podem representar também um peso no seu orçamento. Se vai renegociar as condições do crédito habitação, deve aproveitar para renegociar as condições do cartão de crédito se não estiver satisfeito.
  • Conta Poupança: Para além dos produtos anteriores, muitos bancos incentivam na criação de uma conta poupança para melhorar o spread do seu crédito. Embora esta não costume ter custos associados, por vezes é possível alterar a obrigação de ter esta conta com a transferência do crédito habitação para outra entidade.
  • Produto financeiro que subscreveu apenas para o crédito habitação. Os produtos financeiros que foram subscritos para melhorar o spread do seu crédito podem também representar um esforço adicional no seu orçamento. O mais provável é que atualmente a subscrição desses produtos já não fosse necessária. Por isso pode sempre renegociar os mesmos se achar conveniente.

Ler mais: Poupe no seu crédito habitação reduzindo o prazo

O que não pode negociar no seu crédito habitação

Embora existam muitas condições que podem ser negociadas, existem outras quase impossíveis de alterar. Fazem parte desta pequena lista:

  • Conta ordenado: A domiciliação do ordenado é um fator obrigatório na maioria dos bancos portugueses. Por isso é muito dificil não ter esta conta associada ao seu crédito habitação.
  • Débitos Diretos: Embora não sejam obrigatórios, a maioria dos bancos dificilmente permitem não ter nenhum débito direto associado. Nestas situações o que pode tentar renegociar é a quantidade de débitos diretos que tem associados. No entanto lembre-se que o débito direto não tem custos associados, por isso não deve ser um foco principal durante o período de renegociação.

A importância da análise da concorrência

Ao estar informado dos preços praticados pela concorrência, e dos produtos e serviços que tem ou não que contratar nos outros bancos, tem uma maior margem de manobra na hora de negociar com seu banco.

Por isso antes de proceder a renegociação do crédito habitação peça várias propostas e faça várias simulações.

Lembre-se que tem sempre a carta na manga da possibilidade de transferência do seu crédito habitação para outro banco. Caso o banco não esteja disposto a renegociar as condições que pretende, pode sempre mudar e conseguir poupar não só no spread, como em alguns produtos e serviços.

Detalhes que deve saber ao renegociar o seu crédito habitação

Os clientes que nunca passaram por um renegociação de um crédito podem sentir-se um pouco confusos com a quantidade de informação que vão receber. Muitas vezes as informações que são fornecidas parecem um pouco contraditórias, pois pode parecer que ao renegociar só estão a perder vantagens, quando na verdade não estão.

Se pretender melhorar o valor dos seus seguros em outra entidade, o banco pode ou não aumentar o valor do seu spread. Para os clientes que não estão familiarizados com todos os prós e contras nesta área, podem achar que o aumento do spread significa que passaram a pagar mais em vez de pouparem.

No entanto isso não tem que ser verdade. O aumento do spread, se não for significativo, não implica que não pode poupar na mesma com as novas condições que conseguiu renegociar. Se ao contratar os seguros obrigatórios numa entidade concorrente que ofereça preços bem mais acessíveis, o mais provável é conseguir poupar mesmo com o aumento do seu spread.

Para além disso se conseguir remover alguns produtos que tenham encargos ou obrigações esporádicas melhor. Nem todos os bancos obrigam a contratar vários produtos financeiros para oferecerem as melhores condições.

Nota: Pode parecer uma tarefa um pouco complexa, mas no final de contas este esforço adicional pode valer uma poupança de milhares de euros.

Compensa mais renegociar com o meu banco ou transferir este para outro?

Tudo irá depender das condições que atualmente tem com o seu crédito habitação. No entanto na maioria dos casos ao efetuar a transferência do seu crédito habitação acaba por conseguir melhores condições. Estes benefícios podem vir com um spread mais baixo, com a poupança do valor mensal ou anual dos seguros obrigatórios e até com a remoção de produtos financeiros.

Se está a ponderar transferir o seu crédito habitação para outro banco deve informar-se primeiro sobre todo o processo envolvido.

Pode esclarecer algumas das suas dúvidas com o nosso artigo: Tudo o que precisa saber sobre a transferência do crédito habitação.

Partilhe este artigo

Deixar uma resposta