Bem-estar

Seguro ou cartão de saúde? O que ter em conta antes de decidir

Os seguros e os cartões de saúde permitem ter acesso a serviços médicos no privado a preços mais baixos. Saiba qual a melhor opção para si.

Bem-estar

Seguro ou cartão de saúde? O que ter em conta antes de decidir

Os seguros e os cartões de saúde permitem ter acesso a serviços médicos no privado a preços mais baixos. Saiba qual a melhor opção para si.

Quer ter acesso ao sistema de saúde privado, mas não sabe se deve subscrever um seguro ou um cartão de saúde? Neste artigo, explicamos-lhe que diferenças separam um seguro de um cartão de saúde para que possa escolher a opção que melhor se adapta às suas necessidades.

O que é um seguro de saúde?

Um seguro de saúde é um contrato celebrado entre o segurado (cliente) e uma seguradora. O seguro permite ter acesso a vários serviços de saúde no privado, como por exemplo: consultas hospitalizações, exames, tratamentos médicos a um valor mais reduzido, em contrapartida, o cliente paga um valor mensal (prémio do seguro). O valor do prémio depende das coberturas e capitais contratados e da idade do segurado.

Aspetos a considerar na subscrição de um seguro de saúde

Ao subscrever um seguro de saúde, tenha em atenção os seguintes aspetos:

  • Confirme se os capitais de cada cobertura se adequam às suas necessidades, pois esse é o limite das despesas que a seguradora suporta;
  • Verifique quais as exclusões do seguro, ou seja, todas aquelas situações que o seguro não cobre. Entre as mais comuns estão: as doenças pré-existentes, cirurgias de emagrecimento ou danos causados em acidentes de trabalho;
  • É importante que verifique também quais os períodos de carência, ou seja, o período durante o qual não pode utilizar determinada cobertura. Por exemplo, se o período de carência para a cobertura de parto for de 365 dias, só passado um ano após a subscrição do seguro é que pode utilizar essa cobertura, se necessitar antes o seguro não paga as despesas;

Tenha ainda em atenção que existem despesas que necessitam da pré autorização da seguradora.

Leia ainda: Seguro de saúde para o parto de um filho: o que ter em consideração?

Vantagens e desvantagens dos seguros de saúde

As principais vantagens de um seguro de saúde são:

  • A possibilidade de cobrir vários serviços médicos bem como a ampla rede de prestadores;
  • A possibilidade de recorrer a profissionais fora da rede de prestadores e ser reembolsado numa percentagem da despesa;

Quanto a desvantagens, estas passam essencialmente por:

  • Valores de prémios por vezes elevados;
  • Algumas exclusões, como as doenças pré-existentes por exemplo;
  • Existência de períodos de carência;
  • Limite de idade que alguns seguros impõem.

Leia ainda: Quais as vantagens do seguro de saúde familiar?

O que é um cartão de saúde?

Um cartão de saúde funciona como um cartão de descontos em determinados serviços médicos, como por exemplo em consultas de especialidade ou enfermagem, bem como em exames. A maior parte dos cartões não cobre situações de internamento.

Aspetos a considerar na escolha de um cartão de saúde

Se optar por um cartão de saúde deve ter atenção principalmente às condições de utilização do cartão e à rede de prestadores, pois pode não ser muito ampla. No caso de recorrer a profissionais que não tenham acordo perde o direito a descontos.

Leia ainda: Saiba como obter serviços e plano de saúde gratuitos

Vantagens e desvantagens dos cartões de saúde

As principais vantagens da utilização de um cartão de saúde são:

Não existir períodos de carência, ou seja, pode utilizar o cartão de imediato;

O valor a pagar é inferior ao seguro de saúde;

Não existir limites de idade.

A principal desvantagem dos cartões de saúde é o facto da rede não ser muito abrangente e não existir qualquer desconto fora desta.

Em suma: Um seguro de saúde tem coberturas mais abrangentes, sendo recomendável se precisar de realizar alguma cirurgia.

Se, por outro lado, já tiver uma idade avançada, se precisar de tratamentos para uma doença pré-existente, se precisar de uma consulta no imediato, o cartão de saúde é a melhor opção.

Aconselhamos que antes de subscrever um seguro ou um cartão de saúde defina quais as coberturas que necessita. Faça uma análise cuidada às propostas, caso tenha dúvidas, esclareça-as antes de avançar com a contratação.

Leia ainda: 8 dicas de poupança com a saúde que deve considerar

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.