Utilidades

Dias sem IVA: a promoção que não é de 23%

Neste artigo procuramos especificar o que são e o que acontece nestes ditos “dias sem iva”.

Daniela Gonçalves Daniela Gonçalves , 29 Novembro 2019

Os Dias sem Iva são cada vez mais populares em Portugal. Já são várias as marcas que adotaram esta campanha nas suas estratégias de marketing. E a verdade é que se revelam um sucesso, com grande impacto no consumo.

Quando se anuncia uma ação de promoção intitulada “Dias sem IVA”, institivamente calculamos um desconto de 23%. O que não é correto. 

Neste artigo procuramos especificar o que são e o que acontece, de facto, nestes ditos “dias sem IVA”.

Leia ainda: A influência do marketing na sua carteira

O que são estes dias?

Os Dias sem Iva são uma campanha promocional sobre o preço dos produtos ou serviços. A promoção é, na verdade, a não aplicação do valor do IVA (Imposto sobre o Valor Acrescentado).

Por exemplo: 

Um produto que custe 100€ + IVA, custaria normalmente 123€. 
Numa promoção de “Dias sem IVA”, este produto custará 100€, -18,7% do que custaria normalmente. 

É nestes cálculos que muitas vezes os consumidores são induzidos em erro. Se a promoção fosse de 23%, o tal produto de 123€ (já com o IVA aplicado), custaria 94,71€.

Se analisarmos pela perspetiva do marketing, entendemos o impacto que este tipo de promoções tem no consumo: 

  • A palavra “dias” transmite à partida uma sensação de escassez e urgência. A promoção pode até estar em vigor mais de uma semana, mas a palavra “dias” tem mais impacto; 
  • E o anúncio “sem IVA” também é muito apelativo. Portugal está entre os 10 países da Europa com a taxa normal de IVA mais elevada, sendo o limite mínimo definido pela União Europeia de 15%. Este é um dos impostos que mais discussão gera no país na altura da sua alteração, pela repercussão que tem no dia a dia das pessoas. Então, apesar de se saber que não há nenhum “perdão fiscal” sobre o IVA nesses dias promocionais, a perceção da poupança igual ao mesmo valor da tributação é muito eficaz na decisão de compra. 

Como pode o cliente não pagar IVA? 

Na verdade o cliente continua a pagar o IVA dos produtos que compra. Beneficia, no entanto, do valor do produto como se estivesse isento de IVA. E esta "isenção" pode acontecer de várias formas:

  • Desconto Direto: ao pagar, o valor total já excluí o valor do IVA;
  • Devolução do valor: o cliente paga a totalidade do valor (custo do produto + o valor do IVA), mas recebe a diferença em crédito para gastar na loja mais tarde entre o valor que pagaria num produto em que fosse aplicado o IVA e o valor do produto antes dessa taxa. Isto pode acontecer sob o formato de talão ou cartão cliente.

Dicas para aproveitar estes dias da melhor forma:  

Os Dias sem IVA são muito populares e cada vez mais recorrentes entre as várias empresas portuguesas, pelo impacto que tem no consumo. No entanto, para que as compras sejam conscientes, alguns aspetos devem ser tidos em atenção: 

  • Tenha sempre presente que a percentagem real do desconto não é de 23%. Procure saber qual é o valor real do produto antes da aplicação do IVA;
  • Procure e compare o preço original com o preço reduzido pelo desconto para chegar à percentagem real do desconto;
  • Evite compras por impulso, saiba exatamente o que precisa de comprar e, utilize ainda, um desmotivador de compras;
  • Evite as confusões em loja, que podem impedi-lo de ponderar a sua decisão de compra, evite filas e esperas e compre online.

Os Dias sem IVA podem não significar uma redução significativa no preço dos produtos e serem ultrapassados por campanhas com descontos de 20%, por exemplo. Por isso, agora que já conhece as especificidades desta promoção, resta-nos desejar-lhe bons cálculos e boas compras!

Leia também: Compras online: porque é que nem sempre o melhor preço é a melhor opção

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #dias sem iva,
  • #IVA,
  • #promoções

Deixar uma resposta