Parentalidade

Regresso às aulas: Dicas para poupar no material escolar

O custo do material escolar não tem de ser uma dor de cabeça. Planear, utilizar e aproveitar descontos são algumas das estratégias para poupar.

Parentalidade

Regresso às aulas: Dicas para poupar no material escolar

O custo do material escolar não tem de ser uma dor de cabeça. Planear, utilizar e aproveitar descontos são algumas das estratégias para poupar.

Verão é sinónimo de férias e, para quem tem filhos, é também tempo de planear o próximo ano letivo. É que além das inscrições e matrículas, é preciso garantir que as crianças e jovens têm todo o material escolar necessário e ao menor custo possível, para que o regresso às aulas não represente um grande peso no orçamento familiar.

Vouchers para manuais escolares gratuitos

Se o seu filho frequenta a escola pública ou escolas privadas com contrato de associação, já poupa nos manuais escolares, que são gratuitos. Para isso, terá de registar-se na plataforma MEGA, para poder ter acesso aos vouchers.

Se não for o caso, é preferível encomendar os manuais através da internet, é mais fácil comparar e conseguir os melhores descontos.

Leia ainda: Manuais escolares gratuitos: Saiba quando pode pedir o seu voucher

Faça um orçamento e estabeleça um limite

A verdade é que os  livros são apenas parte do que está na lista. Mochila, estojo, cadernos, canetas, lápis, material de pintura, calculadora: é um sem fim. Dependendo de onde e como compra, os preços variam e muito. O ideal é fazer uma lista do que necessita e também estabelecer um plafond. E não espere pelo início das aulas para comprar, a não ser que vá à papelaria da escola. Aí sim, consegue comprar cadernos, lápis e cartolinas muito mais baratos. 

Faça uma lista e reutilize material escolar

Uma das estratégias dos pais é guardar material de um ano para outro, repondo apenas os lápis de cor e canetas que não estão em condições. Se comprar material de escrita, as marcas costumam ser opção por ter maior durabilidade. Para evitar ter de andar sempre a comprar, identifique todo o material, é mais fácil evitar desaparecimentos ou esquecimentos.

Mochilas e estojos também são reutilizáveis, por isso o ideal é escolher um padrão simples, para fugir às modas e às mudanças de gosto da miudagem. Por outro lado, há quem opte por comprar de marca, por considerar que duram mais, e, se for esse o caso, pode sempre aproveitar a promoção nos supermercados ou os outlets. Se tem amigos ou alguém na família com filhos, pode também promover trocas, todos ficam a ganhar.

Se quer comprar cadernos, pode apostar nas marcas brancas, mas certifique-se que escolhe os de maior gramagem, já que as folhas são mais resistentes. Por outro lado, também já existe a opção do caderno inteligente, que é reutilizável.

Leia mais: Que materiais escolares precisam os alunos?

Aproveite as promoções e peça fatura com NIF

Todos os anos os hipermercados lançam campanhas de regresso às aulas, por isso, nada como analisar os folhetos, comparar e depois escolher o melhor negócio. E se envolver o seu filho na tarefa vai ter várias vantagens: além de promover a literacia financeira, garante que não é preciso devoluções ou trocas de última hora.

Finalmente, não se esqueça de pedir fatura com número de contribuinte do seu filho, assim poderá abater a despesa em sede de IRS, já que o Fisco permite deduzir até 30% dos gastos de educação, com o limite de 800 euros por agregado familiar.

Leia mais: Reduzir encargos para um regresso às aulas mais tranquilo  

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe uma resposta

Insira o seu nome

Insira um email válido

Um comentário em “Regresso às aulas: Dicas para poupar no material escolar