Crédito

Como se processa a avaliação de um imóvel?

Num crédito habitação, a avaliação de um imóvel é um passo importante para ter um bom financiamento. Saiba mais sobre a avaliação de imóveis neste artigo.

Rui Aspas Rui Aspas , 27 Fevereiro 2020

Na aquisição de uma habitação deve ter presente que se precisar de financiamento bancário, o valor da avaliação é determinante. 

O financiamento está sempre dependente da avaliação bancária que for feita do imóvel em questão.

A avaliação imobiliária é um instrumento importante, pois mediante o resultado da mesma, o banco decide qual é o montante que vai financiar naquela operação, sendo que existem diversos pontos relacionados com a casa que entram como fatores de ponderação para o valor da avaliação. 

Saiba quais os principais fatores de análise que contam para a avaliação e como esta situação se desenrola. 

Critérios a ter em conta 

Entre os critérios ou requisitos que uma avaliação tem de levar em consideração estão fatores como a localização do imóvel, área envolvente, qualidade da construção da casa, se os acabamentos têm alguma qualidade.

Além destes, ainda são levados em consideração outros fatores, como a tipologia da habitação, a orientação solar, questões que acabam por influenciar também o resultado do certificado energético.

Se estes fatores em conjunto forem alvo de uma boa avaliação, que supere o valor do financiamento pedido ( uma vez a maior parte dos bancos só financia entre 85% a 90% do valor total do imóvel), tanto melhor.

Leia ainda: Financiamento a 100% no crédito habitação: É possível ou não?

A avaliação é feita por que entidades?

Regra geral, a avaliação dos imóveis são efectuadas por empresas e entidades externas à instituição bancária, sendo no entanto importante referir que o valor da mesma é suportado na íntegra pelo comprador. 

O cliente comprador pode efectuar uma avaliação de forma independente à habitação, se desejar. Esta avaliação permite-lhe ter uma estimativa de valor para calcular o seu Loan-to-Value (LTV) - o rácio que representa a percentagem do valor do imóvel que o banco vai financiar.

Das entidades legalmente autorizadas a efectuar as avaliações dos imóveis, destacam-se as empresas especializadas neste regime de trabalho. Estes profissionais técnicos devidamente certificados atuam por conta própria.

Pode também obter avaliações através de portais imobiliários (Remax, Drimki, Casa Sapo, Quanto Vale), em que alguns casos o cliente pode não pagar nada pelo serviço.

Para além destas entidades, pode ainda recorrer ao Portal das Finanças e pesquisar um avaliador por área geográfica, sendo que em alguns bancos já existe o serviço paralelo ao crédito habitação de avaliação de casas. 

De referir que o processo de avaliação de uma casa para concessão do crédito habitação é de carácter obrigatório e uma exigência das instituições financeiras para dar seguimento ao processo de compra. 

Leia ainda: Vai comprar casa? Avaliação bancária atinge novo recorde

Qual a documentação necessária?

Para que o processo de avaliação de um imóvel ocorra, o cliente tem de reunir a seguinte documentação: 

  • Planta da casa;
  • Caderneta predial;
  • Registo comprovativo da conservatória onde o imóvel está inscrito;
  • Licenças camarárias (se for o caso, para aferir da condição de autorização para regime de habitabilidade).

Em síntese, a avaliação de um imóvel é um passo essencial num pedido de crédito habitação.

Partilhe este artigo

Deixar uma resposta