Finanças pessoais

Extensão garantia dos eletrodomésticos: Quem concede e até onde vai

A extensão da garantia é um prolongamento da garantia legal dada pelo fabricante. Mas, atenção, tem custos e pode não compensar.

Finanças pessoais

Extensão garantia dos eletrodomésticos: Quem concede e até onde vai

A extensão da garantia é um prolongamento da garantia legal dada pelo fabricante. Mas, atenção, tem custos e pode não compensar.

Será que a extensão da garantia que lhe é proposta quando compra um eletrodoméstico compensa? Sabia que a mesma não é dada pelo fabricante, mas sim por uma seguradora?

Neste artigo, reunimos os principais pontos a ter em conta antes de tomar a decisão de avançar, ou não, com uma extensão de garantia.

Leia ainda: Eletrodomésticos mais eficientes e fáceis de reparar em 2021: Quanto pode poupar?

Os eletrodomésticos são considerados bens móveis e, por isso, desde o dia 1 de janeiro, têm uma garantia de três anos (mais um ano que em 2021) com a entrada em vigor do Decreto-Lei 84/2021. Mas, atenção, este prazo aplica-se a compras de bens novos feitas em lojas físicas ou online. Ou seja, não se aplica a bens usados nem a compras feitas a particulares.

No entanto, se comprar um eletrodoméstico a um particular e este lhe entregar o talão de compra pode usufruir do tempo que faltar desde a data da respetiva compra.

Leia ainda: Poupar na compra de eletrodomésticos: 7 conselhos que podem ajudar

Garantia inicia-se quando recebe o eletrodoméstico

Este é uma questão que nem sempre temos em conta, mas quando o eletrodoméstico se avaria pode fazer a diferença.

O início do prazo de garantia não é a data da compra, mas sim a data em que efetivamente recebe o equipamento. Se na altura em que comprou o eletrodoméstico o trouxe consigo então o prazo de garantia inicia-se nessa altura.

Se, pelo contrário, comprou, por exemplo, um frigorífico que vai ser entregue posteriormente em casa, o prazo de garantia inicia-se após a sua instalação pelo técnico (que pode ou não ser a data da entrega). Se for o caso, guarde todos os documentos: a fatura, a guia de entrega e o comprovativo da instalação. O prazo inicia-se no que se verificar mais tarde.

Prazo da garantia pode ser suspenso

Se durante o prazo inicial da garantia o mesmo se avariar, o tempo de garantia é suspenso enquanto o eletrodoméstico não estiver nas suas mãos. Mais uma vez, lembre-se que deve guardar todos os comprovativos e certifique-se que estão corretamente datados. Pode fazer toda a diferença em avarias posteriores.

Substituição do eletrodoméstico na garantia

Em caso de avaria dentro do prazo de garantia se a solução for receber um outro eletrodoméstico tem direito a três anos de garantia. Mais uma vez, a iniciar quando este lhe for entregue. Guarde consigo o documento que comprove a data e que recebeu o novo eletrodoméstico. O prazo começa a contar dessa essa data.

Garantia inicial é dada pelo fabricante

A garantia inicial é do fabricante. Em caso de avaria dentro do prazo da mesma, será este que se responsabilizará pela sua resolução.

Criança sentada no chão a ver a máquina de lavar roupa a funcionar

Extensão da garantia não é dada pelo fabricante

A extensão da garantia inicial é uma proteção extra para além do período obrigatório por lei, mas não é dada pelo fabricante, mas sim por uma seguradora.

Por essa razão, a garantia inicial não tem qualquer custo para si, mas uma extensão de garantia tem.

Em caso de avaria fora do prazo da garantia inicial, mas ainda dentro de prazo da extensão da garantia, é a seguradora que se responsabiliza pela reparação. Mas este processo pode não ser fácil de gerir já que a extensão pode não ser tão abrangente quanto a garantia inicial. Muitas vezes, só oferece suporte em condições específicas.

Assim, antes de decidir fazer a extensão da garantia, deve ponderar o custo e analise atentamente as condições da mesma.

Lembre-se que as extensões podem ter exclusões ou condições especificas que desresponsabilizam a seguradora de reparar, substituir ou reembolsar o seu eletrodoméstico.

Vantagens da extensão da garantia

Entre as vantagens da extensão destacam-se aspetos como:

  • Aumento do prazo de garantia, conferindo maior segurança por ter mais tempo de suporte em caso de avaria.
  • No caso de equipamentos mais caros, cuja reparação pode ser muito onerosa, diminui custos futuros que teriam de sair do seu orçamento.

Desvantagens da extensão da garantia

Em matéria de desvantagens, importa ter em conta os seguintes pontos:

  • Pode não ser corretamente explicada pelo vendedor
  • Não é dada pelo fabricante, mas por uma seguradora
  • Tem um custo, o que encarece o eletrodoméstico na altura da compra
  • Muitas vezes é difícil acionar
  • Implica a assinatura de um contrato específico que tem frequentemente exclusões e/ou condições especificas que desresponsabilizam a seguradora da reparação da avaria

Vale mesmo a pena contratar a extensão da garantia?

Depende do equipamento em causa, do prazo do prolongamento da garantia e do seu custo.

Compare custo de substituição com custo da extensão

Se for um eletrodoméstico barato, como por exemplo uma varinha elétrica ou ferro de engomar, dificilmente compensa, a menos que o custo da extensão seja muito baixo.

Analise as coberturas

Este é um ponto importante, já que conhecer bem as coberturas pode ser a chave para decidir fazer ou não a extensão da garantia.

Por exemplo, comprou uma máquina de lavar. A extensão proposta foi de 50€, o que à partida lhe pareceu vantajoso. No entanto, ao ler as coberturas verifica que a mesma só cobre avarias resultantes de quebra de eletricidade. O arranjo de qualquer outra avaria é por sua conta. Face a estas condições, pode considerar não valer a pena.

Como acionar a extensão

Este é outro ponto a ter em conta. Muitos destes contratos têm procedimentos confusos e difíceis de cumprir, pelo que na altura de a acionar pode ser desmotivante e a complexidade pode levá-lo a desistir. Se for o caso, pense duas vezes se deve fazer a extensão.

Leia também: 8 Seguros menos conhecidos

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.