Finanças pessoais

Aumento dos combustíveis: Que apoios ajudam a reduzir o valor a pagar?

O aumento dos combustíveis levou o Governo a aprovar apoios para minorar o seu impacto em particulares e empresas.

Finanças pessoais

Aumento dos combustíveis: Que apoios ajudam a reduzir o valor a pagar?

O aumento dos combustíveis levou o Governo a aprovar apoios para minorar o seu impacto em particulares e empresas.

O aumento do combustíveis faz-se cada vez mais sentir no orçamento das famílias portuguesas pelo que todos os apoios que reduzam o valor total gasto ao fim de um mês são bem-vindos.

Porém, lembre-se que também pode ajudar nessa poupança. No dia a dia, existem "pequenos" gestos quando conduzimos um automóvel que contribuem, por vezes até siginificativamente, para diminuir o peso dos gastos de combustível no nosso orçamento.

Medidas de apoio face ao aumento dos combustíveis

Face às dificuldades que o aumento dos combustíveis trouxe aos portugueses, o Governo tem vindo a aprovar várias medidas que abrangem condutores particulares e profissionais.

Autovoucher mantem-se em 20 euros em abril mas vai termina

O Autovoucher foi inicialmente criado para compensar o aumento resultante do aumento da inflação. O apoio correspondia a um desconto de 10 cêntimos por litro de combustível (num total de 50 litros por mês). Era, portanto, de 5€ por mês. No entanto, com o agravar do preços dos combustíveis devido à guerra na Ucrânia, o valor aumentou para 20€ para o mês de março. Dada a manutenção da situação, este aumento estendeu-se a abril.

Para poder beneficiar deste apoio tem de estar registado na plataforma IVAucher. Ao registar-se tem de inserir o seu Número de Identificação Fiscal (NIF), pelo que todos os cartões bancários dos quais é titular serão automaticamente associados independentemente do IBAN que indicou para crédito do valor do apoio que tem direito.

Lembre-se que para beneficiar deste apoio apenas tem de pagar com um cartão bancário o que adquirir num posto de abastecimento de combustível. Ou seja, mesmo que não ponha combustível, e apenas faça uma outra compra (jornais, tabaco, ou um simples café) e pague com o seu cartão de débito, o bónus será creditado na conta bancária associada ao mesmo no prazo de dois dias úteis.

Leia ainda: Redução do ISP: Qual o impacto no preço dos combustíveis?

Redução do Imposto sobre Produtos Petrolíferos

Com o aumento dos preços dos combustíveis, o Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) arrecadado pelo Estado aumentou.

Assim, para compensar o valor adicional pago para este imposto sempre que põe combustível no seu automóvel, o Governo decidiu baixar o valor do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) que também paga quando põe combustível.

A redução total é de 3,4 cêntimos por litro de gasóleo e de 3,7 cêntimos por litro de gasolina. Ou seja, a redução extraordinária de 1 cêntimo por litro de gasóleo e 2 cêntimos por litro de gasolina e deve manter-se até 30 de junho.

Adicionalmente, vai avançar a redução do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) num valor equivalente a uma descida do IVA para a taxa intermédia de 13%. Isto enquanto se aguarda autorização de Bruxelas para descer o IVA sobre os combustíveis para 13%. A medida entrará em vigor em maio, substituindo o Autovoucher.

Aumento da taxa de carbono continua suspenso

Em dezembro de 2021 o Governo publicou uma portaria que suspendia a atualização da taxa de carbono nos combustíveis até ao final de março de 2022. O aumento da taxa de carbono representaria um aumento de 5 cêntimos no preço dos combustíveis.

Com o agravamento dos preços resultante da situação de guerra na Ucrânia, o Executivo decidiu manter a suspensão deste aumento até ao final do mês de junho.

Apoio de 30 cêntimos por litro para táxis e autocarros

Os transportes são um dos setores mais afetados com estes aumentos.

Assim, como forma de minorar este impacto, já tinha sido aprovado um apoio de 10 cêntimos por litro no abastecimentos de transportes públicos de passageiros, ou seja, autocarros e táxis.

Diante da escalada dos preços dos combustíveis, este apoio foi reforçado, passando para 30 cêntimos por litros e prolongando-se até ao final do mês de junho.

O apoio é gerido pelo Fundo Ambiental em conjunto com o Instituto de Mobilidade e Transporte (IMT). As candidaturas a este apoio são feitas através do preenchimento de um formulário disponível no site do Fundo Ambiental. Este inclui o registo da empresa de transporte público bem como o número de veículos a abranger.

Ainda sobre esta medida, importa salientar que no Orçamento de Estado apresentado pelo Governo consta o alargamento deste apoio para os transportes de mercadorias por conta de outrem e para o transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma eletrónica (TVDE)

Leia ainda: Tarifa bi-horária: Saiba como ajustar-se e se consegue poupar na luz

carro elétrico a ser carregado

Medidas de apoio para a eletricidade

A tarifa de acesso às redes é paga por todos na fatura da eletricidade, qualquer que seja o mercado em que se encontrem: livre ou regulado. E é responsável por cerca de metade da eletricidade paga.

Neste sentido, foi aprovada a atribuição de 150 milhões de euros da receita do Fundo Ambiental ao sistema elétrico nacional para baixar a tarifa de acesso às redes. Traduzindo-se em mais uma forma de reduzir a fatura que paga no final do mês.

Aumento do apoio na compra de carros elétricos

Como forma de incentivar a aquisição de veículos elétricos e assim reduzir o consumo de combustíveis fósseis, o Governo aprovou o aumento do apoio individual para quatro mil euros (o apoio era de três mil euros).

Contudo, o montante anual também aumentou, passando de cinco para 10 milhões de euros.

O que fazer para reduzir o que paga de combustível

Ainda que as medidas já abordadas possam ajudar a reduzir o que pagaria ao final do mês, relembramos que existem, de facto, um conjunto de atitudes que pode adotar que também vão fazer a diferença.  

Adote as seguintes medidas e depois faça contas para verificar quanto gastou a menos em combustível. Assim, tenha em atenção:

  • Quando abastecer feche bem o depósito para que o combustível não evapore;
  • Ao abastecer não pressione a pistola no máximo, pois parte do combustível que ao entrar no depósito se converte em vapor e sai;
  • Aproveite os todos os descontos que puder;
  • Abasteça de manhã, estará a comprar uma maior concentração de combustível por litro e, por isso, o seu depósito vai render mais quilómetros;
  • Evite acelerações e travagens bruscas. Uma condução suave permite poupar cerca de 10% no combustível;
  • Use a mudança certa, ir na mudança errada vai aumentar o consumo de combustível;
  • Um carro carregado consome mais. Leva apenas o que necessita;
  • Estacione à sombra, se deixar o carro ao sol, este aquece e favorecerá a evaporação da gasolina;
  • Ao chegar ao seu local de destino estacione no primeiro lugar que encontrar. Evita andar às voltas e gastar mais gasolina;
  • Desligue o carro quando estiver à espera de alguém;
  • Atenção à pressão dos pneus;
  • Faça as revisões do seu carro.

Leia ainda: Poupar no combustível: 22 dicas para atingir esta meta no novo ano

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.