Bem-estar

Tem cataratas? 12 cuidados no pós-operatório para cumprir à risca

Se vai ser operado às cataratas, prepare-se para cumprir, rigorosamente, um conjunto de cuidados no pós-operatório.

Bem-estar

Tem cataratas? 12 cuidados no pós-operatório para cumprir à risca

Se vai ser operado às cataratas, prepare-se para cumprir, rigorosamente, um conjunto de cuidados no pós-operatório.

Cataratas são um problema oftalmológico que surge frequentemente com o avançar da idade, porém não é regra. Existem também muitos casos de pessoas novas que também são afetadas por este problema, cuja resolução passa pela cirurgia.

Se a sua visão começou a ficar baça (como se tivesse uma névoa à frente), se necessita de luz para conseguir ver ou se tem cada vez mais dificuldade em ler, então pode ter cataratas. Deve, por isso, consultar, com a maior brevidade possível, um oftalmologista.

O que são cataratas?

Chama-se catarata à perda de transparência do cristalino do olho. O cristalino é a lente natural que os nossos olhos têm. Assim, quando perde transparência a visão fica enevoada dificultando a passagem da luz e consequentemente a visão diminui.

Pode aparecer apenas num dos olhos ou afetar os dois. É uma situação que, depois de aparecer, tende a agravar-se.

Tome nota que é uma das principais causas de cegueira, mas é tratável. Por isso, quando começar a sentir a vista mais baça consulte logo um oftalmologista

Porque aparecem as cataratas?

As cataratas são normalmente causadas pelo envelhecimento natural do organismo, pelo que é mais frequente nas pessoas a partir dos 60 anos.

No entanto pode aparecer em pessoas mais novas e existem alguns fatores que podem antecipar ou agravar as cataratas, nomeadamente:

  • Exposição prolongada a raios ultravioleta
  • Radioterapia
  • Traumatismo ocular ou outros tipos de lesões nos olhos
  • Diabetes
  • Elevado consumo de tabaco ou álcool

Sintomas a que deve estar atento

Como refermos, o cristalino vai perder transparência e, por isso, deve estar atento ao aparecimento das seguintes situações:

  • Visão parcialmente nublada, turva ou dupla
  • Maior sensibilidade à luz ou ao brilho
  • Menor capacidade de distinguir cores
  • Observação de halos em torno das luzes
  • Necessidade de mudar com frequência a graduação dos óculos

Estes sintomas tendem a agravar-se. Em termos médicos, diz-se que a catarata fica mais “espessa”, sendo mais difícil a sua remoção.

Leia também: Óculos ou lentes de contacto: saiba o que mais se adequa a si

A operação às cataratas

Apesar de num estágio inicial, ou seja, enquanto não afetar a qualidade do seu dia a dia, a cirurgia não ser urgente, é de facto a solução médica para este problema.

Embora seja uma operação rápida (de cerca de 15 minutos), é uma intervenção delicada. Durante a cirurgia é retirado o cristalino e colocado uma lente intra-ocular.

A anestesia pode ser feita com colírios em gotas ou com uma leve anestesia geral, sendo que o doente regressa a casa cerca de meia hora depois da operação.

Atualmente, os médicos aproveitam esta operação para colocar uma lente adequada que permita resolver o problema da visão ao longe, caso se justifique. Assim, numa só cirurgia resolvem-se dois problemas.

Assim sendo, tal como em todas as operações o pós-operatório é crucial para que a mesma seja um sucesso.

11 cuidados a ter que deve cumprir à risca

Para que a cirurgia seja um êxito, bem como a recuperação, há que ter cuidados que se tornam vitais. São apenas temporários, o seu médico dir-lhe-á até quando deve cumpri-los.

1. Seja paciente

Prepare-se para sair da operação com uma proteção que só deve tirar quando o médico disser que o pode fazer. Não se esqueça foi operado e as poeiras que andam no ar são inimigos a temer. Depois, tenha paciência. Não vai ter logo a vista límpida, mas se tiver cuidados a visão normaliza rapidamente.

No primeiro dia, deve então descansar. Como vai ser difícil ler ou ver televisão aproveite para relaxar e ouvir música.

Não use o computador nem conduza durante uns dias. A sua visão demora uns dias a ajustar-se e vai reagir à luz. Logo, trabalhar no computador e conduzir são duas situações que não pode fazer nos primeiros dias. Normalmente, ao fim de dois ou três dias vai estar apto a retomar estas atividades..

2. Não esfregar ou coçar os olhos

Pode ter a sensação de areia ou poeira nos olhos. Não coçe nem esfregue com força.

3. Não faça exercício físico

Se o exercício físico faz parte dos seus hábitos, e embora seja de facto um hábito de vida muito saudável e recomendado em qualquer idade, depois de ser operado é totalmente proibido. Recomece em segurança só depois de indicação médica

4. Não pegue em pesos

Outra das coisas proibidas. Não se trata apenas de não fazer atividade física com pesos, trata-se mesmo de carregar com sacos de supermercado. Peça ajuda. Não facilite.

5. Não apanhe coisas do chão

Não se trata de não apanhar coisas do chão, mas sim do modo como as apanha. Não pode nem deve fazer movimentos bruscos com a cabeça e sobretudo baixar a cabeça. Tome cuidado.

6. Não durma para o lado do olho operado

Este é um dos cuidados mais difíceis de cumprir até porque nos mexemos durante a noite e mudamos de posição. Mas, de facto, não deve dormir para o lado do olho operado, após a operação. Se tem também medo de coçar o olho durante a noite ponha um penso ou um protetor idêntico ao que trouxe quando acabou a operação

7. Não se esqueça de pôr os colírios receitados

Este é um cuidado vital. A recuperação total da visão passa por usar os colírios ou as pomadas que lhe foram receitadas. deve fazê-lo de forma correta e durante o tempo indicado. Lembre-se que são antibióticos e anti-inflamatórios que lhe permitem evitar infeções.

8. Proteja os olhos na rua

Mesmo que não note há poeiras no ar, por isso proteger os olhos com óculos (mesmo de sol) é importante principalmente em dias ventosos. Não faculite

9. Cuidados com as idas à praia

Se for operado no verão, a ida à praia nos primeiros dias não é aconselhada. Areia e mar são fatores de risco.

10. Não vá a piscinas

Ir à piscina é um risco acrescido. Não vá. A água de piscina tem tratamentos que podem ser prejudicais à sua recuperação. Se está de férias ou faz natação pergunte ao médico quando pode voltar a dar umas braçadas ou mergulhar na piscina

11. Não use maquilhagem

As sombras têm pequenas partículas que podem inflamar o olho operado. O mesmo é válido para o rímel, eyeliner e lápis de contorno. Evite-os.

12. Se sentir um incómodo persistente vá ao médico

Se sentir os olhos inflamados, estiver sempre a lacrimejar ou tiver qualquer outro sintoma que o médico não tenha referido, não hesite, vá ao médico para que avalie a situação.

Leia também: Não tenho médico de família. O que posso fazer para ter médico e consultas?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.