Poupança

10 dicas de poupança que o/a vão ajudar a rentabilizar o seu dinheiro

Rui Aspas Rui Aspas , 15 Maio 2019 | 1 Comentários

A melhor forma de poupar é mudar de hábitos. Saiba neste artigo 10 hábitos que o podem ajudar a poupar no longo prazo.

No poupar é que está o ganho. Assim, a melhor forma de poupar é olhar para algumas rotinas que se tem e perceber como se pode pagar menos, utilizando objetos e serviços de forma mais optimizada.

Reunimos assim 10 dicas práticas para implementar no seu dia-a-dia:

1. Reduzir os gastos com a eletricidade, optando pela tarifa bi-horária

Situações como a utilização de máquina de lavar roupa, lavar loiça e secagem consomem muita energia pelo que se torna aconselhável, utilizar estes eletrodomésticos no período noturno, onde o preço da eletricidade é menor. Pode também optar pelo ciclo de lavagem diário ou semanal. Caso escolha o ciclo diário, concentre os consumos a partir das 22 horas. Se decidir pelo ciclo semanal, transfira os consumos mais intensivos a partir da meia noite ou no fim de semana. Só aqui, tem uma poupança efectiva média, de 43 euros.

2. Substituir a iluminação.

Trocar as tradicionais lâmpadas de efeito incandescente, pelas lâmpadas economizadoras ou LED, representa uma boa poupança ao final do mês e do ano, que vai ajudar a baixar a fatura mensal da energia. Aqui pode trabalhar pequenas sub dicas como por exemplo: selecionar a iluminação adequada às necessidades de cada divisão; não usar potência em excesso; aproveitar ao máximo a iluminação solar (luz natural); se possível, usar cores claras nas divisões da habitação; desligar as luzes onde não houver ninguém presente.

Estes gestos, podem representar uma poupança média de 23 euros.

3. Evitar ao máximo deixar o botão stand by dos aparelhos ligado.

Apenas o facto de deixar ligado por exemplo o botão stand-by da TV, isto pode representar um acréscimo de 12% no seu consumo anual de eletricidade. Individualmente, este tipo de consumo pode significar uma pequena parcela de impacto na sua fatura, mas agora imagine no total de aparelhos com o stand-by ligado?

Para não ser surpreendido/a na fatura de eletricidade com gastos desnecessários, pode adotar algumas atitudes, que o/a vão ajudar a poupar mais um pouco como por exemplo: desligar os aparelhos diretamente no botão e não no comando; proceder da mesma forma mas desligando na tomada; na aquisição de equipamentos eletrónicos, optar pelos que têm a etiqueta Energy Star. Estes comportamentos podem ajudá-lo a poupar 79 euros em média.

4. Fechar as torneiras.

A água, ao contrário do que se pensa, é um bem cada vez mais escasso, e por isso torna-se muito importante não só preservar este bem essencial à vida, como também aproveitar para poupar mais alguns euros por mês e por ano na água.

Pode aproveitar a água que sai do chuveiro (enquanto ela não sai aquecida) para limpezas na casa ou regar as plantas, utilizando um balde. Se instalar torneiras economizadoras ou com pontas de redução do caudal, pode poupar até 40% na fatura da água; use as máquinas de lavar roupa e loiça, na carga máxima e apenas quando estiverem cheias.

Se, pelo contrário, não tem máquina de lavar louça e lava à mão, talvez seja uma boa solução encher o lava loiça, o que lhe vai permitir uma poupança mais água. Com estes simples e eficientes gestos, pode poupar até 377 euros ano.

5. Procurar sempre as promoções.

Quer poupar mensalmente na conta de supermercado? Esteja atento/a às promoções. Aqui pode obter um desconto médio de 24%, nas compras para a casa. Vale também mencionar que um bom planeamento, como a utilização de uma lista de compras ou não fazer compras de barriga vazia, pode representar uma poupança na ordem dos 360 euros por ano.

6. Renegociar as Telecomunicações.

Sim, não vivemos sem internet, televisão, telemóveis. Por isso mesmo é possível poupar nesta área.

O truque é perceber o que realmente pretende, comparando os diferentes preços das diversas operadoras assim como os descontos associados. Sabe quanto pode poupar? 414 euros por ano, tndo em conta um serviço completo composto por: internet com fibra, televisão, telemóvel e telefone fixo.

7. Reveja o Seguro Automóvel.

Se faz um seguro para o seu carro, porque razão não há de ter uma segurança financeira para o seu agregado? Aqui o segredo passa por pesquisar as várias opções existentes no mercado e efectuar as respectivas simulações. A escolha do pagamento por débito direto neste caso pode ser uma boa alternativa, assim como optar pela liquidação do seguro anualmente ao invés de o fazer trimestral ou semestralmente. Poupa em média, 892 euros por ano. Bem bom, não?

8. Comer mais vezes em casa.

Sim, eu sei que por mais que se queira, por vezes não há como resistir a tomar um café numa pausa do trabalho, num encontro com um colega. Mas já fez as contas? Se optar por tomar o café em casa, poupa 0,60 cêntimos por dia que no final do ano, representa uma poupança na ordem dos 219 euros?

9. Poupar para a reforma.

Imagine que tem 50 anos e poupa cerca de 75 euros mensais. Se aplicar este investimento mensal num produto a render 4% ao ano, chega à idade da reforma com um montante de 18,3 mil euros. No entanto, iniciando a poupança de um valor aproximado 15 anos antes, chega a reforma com um valor na ordem dos 51 mil euros. Para que este objectivo se concretize, pode agendar automaticamente as transferências, definindo um valor que sai todos os meses da sua conta ordenado.

10. Por último, definir metas de poupança.

É essencial traçar estas metas e ser rigoroso/a no seu cumprimento. Afinal de contas trata-se de assumir um compromisso com vista ao equilíbrio das suas contas mensais e anuais. Desenhe metas realistas de curto, médio e longo prazo. Lembre-se: definir objectivos é sinónimo de disciplina.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #habitos de poupança,
  • #rotinas de poupança

Deixar uma resposta

4 comentários em “10 dicas de poupança que o/a vão ajudar a rentabilizar o seu dinheiro