Investimento

Bons investimentos mesmo para quem tem um orçamento apertado

Mediante a sua situação pessoal ou familiar, poderá ser benéfico optar por determinada estratégia em termos de investimento. Saiba mais neste artigo.

Patrícia Neves Patrícia Neves , 20 Fevereiro 2019

Há quem diga que há males que vêm por bem. Nós dizemos que nem todas as despesas são uma desvantagem: algumas servem para nos proteger no futuro.

Obviamente que cada caso é um caso, no entanto, mediante a sua situação pessoal ou familiar poderá ser benéfico optar por determinada estratégia em termos de investimento. Parece difícil de perceber, mas, na verdade, são coisas bastante simples até. Continue a ler para perceber como.  

Investimentos

Seguro de saúde 

“O que importa é ter saúde”, certo? Esta pode ser uma frase feita, mas não deixa de ser verdade. A saúde é daquelas áreas onde é sempre bom investir e, como nunca se sabe o futuro, é sempre melhor estar precavido. Há já algumas empresas que oferecem seguro de saúde aos colaboradores, mas, se este não for o seu caso, talvez seja boa ideia pesquisar os tipos de seguros que existem no mercado e perceber se algum poderá ser interessante para si e para a sua família.

Assim está prevenido para aquelas situações onde tem que recorrer a serviços privados, por questões de emergência. Há também seguros de saúde que contém a componente dentária, que pode ajudar bastante no orçamento familiar com as consultas dos filhos. 

Há também consultas de especialidade que podem ou não estar cobertas pelo seguro de saúde, tal como a fisioterapia.  

Um seguro de saúde é uma mais-valia, pois permite-lhe aceder a mais cuidados de saúde sem afectar o seu orçamento familiar

Leia ainda: Como poupar no seguro de saúde ao longo da vida

Educação 

Um dos melhores investimentos que pode fazer é a educação. Investir em nós mesmos e adquirir novas competências torna-nos pessoas mais cultas e mais interessantes para o mercado de trabalho. A educação a que nos referimos pode ser superior, tal como um curso universitário, mas, também pode ser uma formação que complemente as suas atuais habilitações. Hoje em dia existe muita oferta e alguns cursos são até mesmo gratuitos. Se tiver pouca disponibilidade de horário, pode sempre optar pelos cursos online, onde vai conseguir gerir o tempo da forma mais conveniente para si.  

Pense em algo que sempre lhe interessou e procure escolas que lecionam esse tema. Essa formação vai, sem dúvida, torná-lo mais atraente a nível profissional e poderá abrir-lhe novas portas, permitindo-lhe até, quem sabe, mudar de carreira.  

Leia ainda: Como investir na formação sem gastar muito dinheiro

Plano de complemento à reforma 

As constantes alterações no serviço prestado pela Segurança Social, por vezes, trazem alguma insegurança e incerteza em relação ao futuro. Além disso, com  o aumento da esperança média de vida, percebe-se que irá viver mais anos reformado, pelo que o seu custo de vida poderá diminuir se não tiver liquidez financeira. É por isso importante planear as suas poupanças para a vida pós-trabalho. Nessa altura, vai saber-lhe bem ter um plano B. Por esta razão, muitos optam por Planos de Complemento à Reforma, sejam estes privados, ou até mesmo os chamados PPR do estado.

Além disso, estas soluções podem também ser úteis em situações inesperadas, tais como o desemprego prolongado (mais de 12 meses) e, ainda, num quadro de incapacidade perante o trabalho.  

Leia ainda: Reformas Antecipadas: o que deve saber em 2019

Revisão do carro 

O automóvel é um bem imprescindível para muitas pessoas sendo, ao mesmo tempo, uma das maiores despesas. Portanto, escusado será dizer que, a melhor opção é garantir que este se mantém “saudável” de forma a evitar surpresas desagradáveis.  

Fazer revisões ao automóvel de forma regular pode ajudá-lo a poupar, uma vez que nestas revisões podem ser identificados problemas sérios numa fase inicial, antes que estes afetem partes vitais do carro, tais como o motor ou o sistema eléctrico.  

Por outro lado, manter as revisões em dia é também uma questão de segurança, já que garante que está tudo em perfeitas condições com a viatura, como por exemplo, os travões, evitando assim falhas mecânicas que poderiam originar acidentes.  

Leia ainda: Seguro Automóvel – Dicas Úteis

Comprar casa 

Comprar casa compensa a vários níveis em comparação com o arrendamento, principalmente tendo em conta o estado do mercado imobiliário hoje em dia. As rendas estão cada vez mais elevadas, e, mesmo que tenha que fazer um crédito habitação, na maioria dos casos a prestação ao banco fica bem mais em conta do que a renda. 

É um investimento a longo prazo, num bem físico que é será seu e com o qual poderá fazer o que bem entender. No fundo, estará todos os meses a pagar algo que eventualmente será oficialmente seu, enquanto que num arrendamento, não tem qualquer retorno da renda paga mensalmente.  

Estes são alguns exemplos de “bons” investimentos, ou se preferir, de despesas que a longo prazo o ajudarão ou a poupar, ou a ter acesso a melhores oportunidades. Agora só tem que analisar o seu caso e perceber o que fará mais sentido para si, ou para a sua família. 

Leia ainda: Comprar ou arrendar casa: o que compensa mais atualmente

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #educação,
  • #investimentos,
  • #investimentos financeiros,
  • #PPR,
  • #Seguro de Saúde

Deixar uma resposta

2 comentários em “Bons investimentos mesmo para quem tem um orçamento apertado